Wall Street recua de melhor série no ano; BCs são foco

O Dow Jones e o S&P 500 fecharam praticamente estáveis nesta segunda-feira, com investidores em compasso de espera após a melhor série de dois pregões neste ano, e com a aproximação de reuniões de bancos centrais e de mais uma rodada de divulgação de dados econômicos norte-americanos.

Reuters

30 de julho de 2012 | 18h39

Praticamente inalterados, o índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuou 0,02 por cento, para 13.072 pontos e o índice Standard & Poor's 500 teve desvalorização de 0,05 por cento, para 1.385 pontos.

Já o termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,41 por cento, para 2.945 pontos.

Operadores apostaram que o Federal Reserve (banco central norte-americano) e o Banco Central Europeu (BCE) sugerirão novas medidas para estimular suas economias em reuniões nesta semana.

Os setores menos sensíveis ao crescimento econômico-- telecomunicações, bens de consumo e utilidades públicas-- registraram ganhos nesta segunda-feira, sugerindo um movimento cauteloso em direção a papéis considerados "defensivos".

Blue chips como o Wal-Mart e a AT&T atingiram suas máximas em 52 semanas. A ação do Wal-Mart avançou 0,6 por cento no fechamento, para 74,98 dólares, após atingir 75,24 dólares mais cedo. Já o papel da AT&T subiu 0,8 por cento, para 37,43 dólares, após chegar a 37,69 dólares.

Na semana passada, um forte pronunciamento do presidente do BCE, Mario Draghi, impulsionou o Dow Jones para acima de 13.000 pontos pela primeira vez desde o início de maio, e o S&P 500 teve seu maior rali de dois pregões desde dezembro.

"Com todas as notícias a serem divulgadas mais tarde nesta semana, acredito que haverá um pouco de hesitação para avançar com base nesses números", disse uma das vice-presidentes do OakBrook Investments, Janna Sampson.

Uma reunião de dois dias do Fed terá início na terça-feira, enquanto o BCE se reunirá na quinta-feira. O calendário econômico dos EUA está cheio nesta semana, incluindo um relatório de balanço de pagamentos relativo a julho a ser divulgado na sexta-feira.

A performance do Nasdaq foi pior do que a dos outros índices, derrubado por uma queda de 5,9 por cento na ação da Citrix e um recuo de 1 por cento no papel da Intel.

(Reportagem de Rodrigo Campos)

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.