Wall Street sobe por resultados corporativos e fusões

As bolsas de valores dos Estados Unidos terminaram em alta nesta terça-feira, conforme notícias envolvendo lucros e atividade de fusões e aquisições endossaram uma tendência positiva que reforçou o otimismo do investidor para o próximo ano.

LEAH SCHNURR, REUTERS

21 de dezembro de 2010 | 19h48

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, avançou 0,48 por cento, para 11.533 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq subiu 0,68 por cento, para 2.667 pontos. O índice Standard & Poor's 500 ganhou 0,60 por cento, para 1.254 pontos.

O S&P 500 fechou em níveis não vistos desde o período antes da quebra do Lehman Brothers, em setembro de 2008. O indicador acumula apreciação de 6,3 por cento em dezembro e de 12,5 por cento em 2010.

As ações do setor financeiro lideraram os ganhos do mercado, dando sequência ao rali de dezembro após terem desempenho abaixo do mercado como um todo na maior parte do ano. O índice de bancos KBW ganhou 1,9 por cento.

Gestores de fundos vêm realocando dinheiro do segmento de renda fixa para o mercado de ações.

"Assumimos risco por algum período e achamos que as pessoas continuarão se arrependendo de manterem uma exposição muito conservadora", disse Bob Browne, vice-presidente de investimento da Northern Trust, em Chicago.

Os papéis da Adobe Systems saltaram 6 por cento, após a companhia oferecer uma perspectiva positiva, enquanto a mineradora Massey Energy subiu 1,2 por cento por expectativas de que a empresa esteja buscando potenciais compradores.

Entre as notícias de balanços, a fabricante de produtos eletrônicos Jabil Circuit disparou 10,7 por cento, depois de reportar um resultado trimestral melhor que o esperado e prever um robusto segundo trimestre.

(Reportagem adicional de Rodrigo Campos)

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAATUALIZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.