Wall Street tem forte baixa com aperto no consumo

As bolsas de valores dos EstadosUnidos fecharam em forte queda nesta sexta-feira, completando aterceira semana seguida de perdas, com o alerta da AmericanExpress sobre o aumento da inadimplência nos cartões de créditoe sobre a diminuição dos gastos dos consumidores. O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York,recuou 1,92 por cento, para 12.606 pontos. O termômetro detecnologia Nasdaq caiu 1,95 por cento, para 2.439 pontos. Oíndice Standard & Poor's 500 teve desvalorização de 1,36 porcento, para 1.401 pontos. A preocupação com um aperto no consumo afetou ações detodos os setores --da cadeia de fast-food McDonald's até aTiffany . A joalheria de luxo reduziu a previsão de lucros coma perspectiva de fraqueza no consumo. Os indícios de que os consumidores seguraram os gastos natemporada de compras de final de ano vieram da SpendingPulse,grupo privado de pesquisa do varejo. De acordo com os dados, osgastos --exceto com gasolina e automóveis-- caíram 0,7 porcento em dezembro. "Já se esperava que os consumidores não gastassem muito, eeles gastaram ainda menos", disse Fred Dickson, diretor depesquisa em varejo da D.A. Davidson, em Lake Oswego. "Osmercados agora estão com uma mentalidade muito forte derecessão", acrescentou. As ações da American Express despencaram mais de 10 porcento após a administradora de cartões de crédito emitir umalerta de lucros. Foi a queda mais forte nas ações da companhiadesde o primeiro dia de funcionamento dos mercados após osataques de 11 de setembro de 2001.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.