Walmart aposta em shopping virtual para ampliar mix

O Walmart espera ampliar para 1 milhão de itens seu mix de produtos oferecido pela loja virtual no Brasil, segundo o vice-presidente de e-commerce da companhia, Flavio Dias. De acordo com ele, o ambicioso plano se deve a uma parceria com outros lojistas que irão negociar seus produtos por meio da plataforma digital do e-commerce, o que deve transformar o Walmart.com em um "grande shopping virtual". Atualmente, Walmart.com dispõem de 60 mil itens.

VANESSA STECANELLA, Agencia Estado

31 de outubro de 2013 | 13h57

"Já temos dois parceiros em funcionamento nesta semana e outros em fase de preparação para inicio de vendas. São produtos diversos, entre itens que já vendemos e novidades como no segmento de pet shop e vinhos, por exemplo", disse.

Dias comentou que o e-commerce do Walmart apresentou um crescimento de cerca de 60% no primeiro semestre deste ano em relação mesmo período do ano passado, superando seus principais concorrentes que cresceram na casa dos 20% no período. "A meta é quintuplicar nossa operação nos próximos três anos", afirmou.

O executivo contou que a unidade de negócio online deve inaugurar dois novos centros de distribuição (CD) em breve, mas tem nos planos outros dois. Os quatro CDs devem ficar prontos em até dois anos. "Não posso revelar onde serão instalados esses dois próximos CDs, mas posso dizer que ficam a pelo menos 1000 quilômetros de distância de São Paulo", afirmou, destacando que a companhia inaugurou recentemente um CD em Cajamar, na Grande São Paulo, com 54 mil metros quadrados.

O vice-presidente evitou falar em investimentos, mas observou que essas iniciativas demandam grande volume de recursos que devem voltar como retorno para os acionistas. "O capex é proporcional à vontade do Walmart de crescer."

Segundo Dias, o Brasil está no foco do Global Commerce do Walmart, juntamente com outros três mercados: Estados Unidos, Inglaterra e China. "A ideia é construir no Brasil a maior plataforma de e-commerce do País e da América Latina", disse. Ele ressaltou que somente no primeiro semestre a plataforma virtual da varejista teve a visita de 12 milhões de consumidores por mês, em média. "Foi o site mais visitado.".

"Nosso desafio é construir a marca Walmart.com", conclui o executivo, após participar de debate no World Retail Congress, na capital paulista.

Tudo o que sabemos sobre:
Walmarte-commerce

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.