Weg compra negócio de transformadores na África do Sul

A Weg anunciou a compra de um negócio de fabricação de transformadores e subestações pertencentes a Hawker Siddeley Electric Africa (HST) na África do Sul. A operação adquirida formará uma nova subsidiária, a WEG Transformers África. A companhia não informou o valor desembolsado para a aquisição.

MARCELLE GUTIERREZ, Agencia Estado

09 de setembro de 2013 | 17h38

Segundo comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta segunda-feira, 9, a HST é uma companhia pioneira em mini-subestações e se tornou um dos maiores fabricantes na África do Sul. "A HST tem receita potencial estimada em, aproximadamente, US$ 10 milhões, nos próximos 12 meses. A transação foi comunicada aos órgãos de proteção à concorrência na África do Sul", informou a Weg na nota.

"Com esta aquisição podemos fornecer toda linha de produtos nos diversos segmentos, de maneira turn-key, com uma importante vantagem de custos. Estamos criando uma plataforma de expansão do negócio de transformadores no continente africano que é muito forte e competitiva" afirmou Carlos Prinz, diretor-superintendente da unidade de negócios T&D da WEG.

A Weg esclarece que os acionistas não possuem o direito de recesso com a aquisição, já que não se trata de uma compra de sociedade mercantil e não se enquadra nas hipóteses previstas no artigo 256 da Lei 6.404/76, alterada pela Lei nº 10.303/01.

Tudo o que sabemos sobre:
Weg

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.