Xstrata faz contato inicial para fusão com Anglo American

O grupo de mineração Xstrata fez uma aproximação inicial para uma fusão com a rival Anglo American, informaram as empresas neste domingo.

REUTERS

21 de junho de 2009 | 11h36

"O conselho da Anglo American confirma que recebeu uma proposta preliminar da Xstrata que pode ou não levar a uma transação envolvendo o grupo", informa a empresa em breve comunicado.

"Deve ser notado que esta situação envolve um estágio muito preliminar e que não há certeza de que qualquer transação possa ser alcançada", acrescentou a empresa.

A Anglo, que não forneceu mais detalhes, respondeu a uma reportagem publicada no jornal Sunday Telegraph que afirma que o presidente-executivo da Xstrata, Mick Davis, escreveu à Anglo na semana passada para propor abertura de negociações sobre um acordo avaliado em 41 bilhões de libras (67,07 bilhões de dólares).

A Anglo tem um valor de mercado de 35 bilhões de dólares enquanto a Xstrata vale 33 bilhões de dólares.

Pouco depois, a Xtrata informou que a companhia contatou a Anglo para propor uma fusão de iguais e que acredita que a união das empresas resultará um grupo altamente competitivo e que geraria valor significativo aos acionistas. A empresa afirmou ainda que já identificou substanciais sinergias com a combinação, mas que não há garantias de que uma transação seja concluída.

As opções para obter a Anglo American são limitadas para Xstrata uma vez que uma oferta hostil de aquisição, apesar de não impossível, correria o risco de enfrentar oposição do governo da África do Sul, um importante acionista da Anglo.

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIAXSTRATAANGLO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.