Zona do euro diz que calote da Grécia não é opção

Segundo porta-voz, possibilidade de reestruturação não está nem sendo discutida dentro das negociações entre FMI, UE e autoridades gregas 

Danielle Chaves, da Agência Estado,

28 de abril de 2010 | 08h56

Os 16 países que usam o euro decidiram não permitir que uma nação do bloco declare default sobre sua dívida, segundo Amadeu Altafaj Tardio, porta-voz da Comissão Europeia. A decisão é uma rejeição da crescente especulação de que a Grécia poderia declarar default.

 

Uma reestruturação da dívida da Grécia ou de qualquer outro país da zona do euro "não é uma opção porque os 16 Estados membros da zona do euro decidiram assim", disse Tardio.

 

A possibilidade de uma reestruturação não está nem sendo discutida dentro das negociações em Atenas entre o Fundo Monetário Internacional (FMI), a União Europeia e autoridades gregas, afirmou o porta-voz.

 

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
defaultdívidacaloteUnião Europeia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.