Zona do euro tem déficit em conta de € 11,2 bi

Resultado de novembro foi o maior desde o déficit de € 11,6 bilhões registrado em dezembro de 2008 

Danielle Chaves, da Agência Estado,

19 de janeiro de 2011 | 07h53

O déficit em conta corrente da zona do euro em novembro do ano passado se aproximou do maior nível em dois anos, segundo dados divulgado nesta quarta-feira, 19, pelo Banco Central Europeu (BCE). O déficit aumentou para 11,2 bilhões de euros (US$ 15,07 bilhões) em novembro, ante os 9,6 bilhões de euros registrados em outubro. O número de outubro foi revisado.

O resultado de novembro foi o maior desde o déficit de 11,6 bilhões de euros registrado em dezembro de 2008. Os dados são ajustados por fatores sazonais e levam em conta o número de dias úteis de cada mês. A conta corrente do balanço de pagamentos registra o resultado amplo das relações de um país (ou região) com o restante do mundo, o que inclui itens como comércio exterior e remessas de recursos, entre outros. A zona do euro reúne os países que utilizam o euro como moeda.

Segundo o BCE, os déficits em bens, transferências correntes e renda foram apenas contrabalançados por um superávit em serviços. O déficit no comércio de bens subiu para 4,0 bilhões de euros em novembro, de 2,4 bilhões de euros em outubro. Já o superávit no comércio de serviços aumentou para 3,5 bilhões de euros em novembro, ante 1,6 bilhão de euros em outubro.

Na conta financeira não ajustada sazonalmente, os investimentos diretos e em carteira somados mostraram fluxo de entrada líquido de quase 38 bilhões de euros em novembro. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.