25 hospitais no México fazem um compromisso para erradicar mortes evitáveis

IRVINE, Califórnia--(BUSINESS WIRE-DINO - 15 fev, 2017) -

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

15 de fevereiro de 2017 | 14h04

O Dr. Javier Dávila Torres -- junto com 11 oficiais do México -- anunciou, durante a Cúpula Mundial sobre Segurança do Paciente, Ciência e Tecnologia da Patient Safety Movement Foundation (PSMF) que 25 hospitais assinaram um compromisso de implementar processos para erradicar mortes evitáveis de pacientes. Além disso, a Academia de Cirurgia, a Federação de Anestesiologistas e a Faculdade de Profissionais de Qualidade da Saúde da região oeste, Guadalajara e Jalisco (México) se juntaram à Fundação como "parceiros comprometidos" que compartilham a missão da PSMF.

Ao assinarem o compromisso, os hospitais se comprometem a implementar processos, como soluções acionáveis de segurança do paciente (Actionable Patient Safety Solutions, APSS), projetados para ajudar a erradicar mortes evitáveis de pacientes em hospitais. Até o momento, existem 13 APSS de fácil implementação disponíveis para download. Para ver o compromisso de cada hospital, acesse http://patientsafetymovement.org/challenges-solutions/commitments-pledges/.

"O nosso Patient Safety Movement começou nos Estados Unidos, mas sua visão de proteger a vida dos pacientes sempre foi global. Estamos muito entusiasmados por ver compromissos com a segurança dos pacientes representando 33 hospitais e 3 organizações de cuidados de saúde no México, protegendo nossos vizinhos contra mortes evitáveis", disse Joe Kiani, Fundador da Patient Safety Movement Foundation. "A segurança do paciente nos hospitais é uma preocupação global, e esperamos que todos os países participem".

"Agradecemos a todos os médicos, enfermeiros e equipes multidisciplinares que avançaram e fizeram um compromisso com o Patient Safety Movement", disse o Dr. Javier Davila, presidente do Conselho regional da Patient Safety Movement no México e antigo diretor médico do Instituto da Previdência Social no México. "Este é apenas o começo para o México, e precisamos que todos os hospitais participem, se quisermos erradicar os erros médicos e as mortes evitáveis".

"Estamos muito felizes por trabalhar de perto com a Patient Safety Movement. A meta do nosso instituto é promover a formação abrangente sobre segurança do paciente e erradicar infeções graves associadas ao cuidado de saúde", disse o Dr. David Kershenobich, diretor geral do Instituto Nacional de Ciências Médicas e Nutrição, e ex-presidente da Academia Nacional de Medicina do México.

"Estamos satisfeitos por ver a saúde mental como um dos desafios abordados na cúpula deste ano", disse a Dr. María Elena Medina-Mora, diretora geral do Instituto Nacional de Saúde Mental. "As pessoas que sofrem com condições de saúde mental vivem grande parte da vida sem acesso a tratamentos adequados. Nossa missão é tentar oferecer a elas qualidade de vida e tratamentos seguros. Estamos empolgados por trabalhar com a Patient Safety Movement".

"A Academia Mexicana de Cirurgia, em conjunto com o setor de Saúde Pública do Governo Federal do México, oferecerá formação médica contínua em diferentes especializações cirúrgicas a organizações acadêmicas e universidades", disse o Dr. Jesús Tapia, presidente da Academia Mexicana de Cirurgia. "Esperamos que todos os nossos membros se comprometam em fazer com que a erradicação de mortes evitáveis de pacientes até 2020 seja sua meta de segurança".

Até o momento, as seguintes organizações, representando 33 hospitais no México, assumiram o compromisso de implantar uma ou mais APSS:

Instituto Nacional de Ciencias Médicas y Nutricion "Salvador Zubirán", Cidade do México

Instituto Nacional de Psiquiatría "Ramón de la Fuente Muñiz", Cidade do México

Instituto Nacional de Cardiologia "Ignacio Chávez"

Insituto Nacional de Neurologia y Neurocirugia "Manuel Velazco Suarez", Cidade do México

Hospital Juarez de México

Secretaría de Salud, Cidade do México (Hospital Belisario Dominguez, Hospital General Balbuena, Hospital General Ruben Leñero e Hospital General La Villa, El Medico en Tu Casa)

Hospital Español, Cidade do México

Clinica CER, Santiago de Querétaro

Centro de Atención Integral en Salud Mental, Jalisco

Hospital Regional la Barca, Jalisco

Hospital de Especialidades del Niño y Mujer, Santiago de Querétaro

Hospital General de Cadereyta, Santiago de Querétaro

Hospital General de Jalpan, Santiago de Querétaro

Hospital General De Occidente, Jalisco

Hospital General de Queretaro, Santiago de Querétaro

Hospital Materno Infantil Esperanza Lopez Mateos, Guadalajara

Hospital Punta Sur, Santiago de Querétaro

Hospital Santa Rosa de Viterbo, Santiago de Querétaro

Medica Ideas, Hospital Intermédica, Medicina Actual, Pachuca Hidalgo

Unidad Especializada de Atención Obstétrica y Neonatal, Jalisco

Unidad Médica de Atención Ambulatoria IMSS Querétaro, Santiago de Querétaro

Hospital General Regional No. 1 IMSS Queretaro, Santiago de Querétaro

Instituto Jalisciense de Cancerologia, Guadalajara

Hospital Mocel Grupo Angeles

Sobre a Patient Safety Movement Foundation

Mais de 200 mil pessoas morrem todos os anos em hospitais dos EUA, e três milhões em todo o mundo, de formas que poderiam ser evitadas. A Patient Safety Movement Foundation foi estabelecida a partir do apoio da Masimo Foundation for Ethics, Innovation, and Competition in Healthcare com o objetivo de reduzir a zero a quantidade de mortes evitáveis até 2020 (0x2020). Aprimorar a segurança do paciente exigirá um esforço de colaboração de todas as partes interessadas, o que inclui pacientes, prestadores de cuidados de saúde, empresas de tecnologia médica, governos, empregadores e pagadores privados. A Patient Safety Movement Foundation trabalha com todas as partes interessadas para abordar os problemas com soluções acionáveis para segurança do paciente. A Fundação também realiza a Cúpula Mundial sobre Segurança do Paciente, Ciência e Tecnologia. A cúpula reúne algumas das melhores mentes do mundo para a realização de debates instigantes e novas ideias que desafiem o status quo. Ao apresentar soluções específicas e de alto impacto para atender aos desafios de segurança de pacientes, chamadas Soluções Acionáveis para a Segurança do Paciente, incentivando empresas de tecnologia médica a compartilhar os dados sobre a compra de seus produtos e pedir que os hospitais se comprometam em implementar soluções acionáveis para a segurança de pacientes, a Fundação está trabalhando para alcançar a meta de erradicar as mortes evitáveis até 2020. Acesse o site http://patientsafetymovement.org.

@0X2020 #patientsafety #0X2020

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

E-mail:irene@paigah.com Fonte: BUSINESS WIRE

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.