A cultura da periferia se encontra na Funk TV

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

14 de março de 2017 | 18h52

São Paulo SP--(DINO - 14 mar, 2017) - Uma das principais produtoras de funk em São Paulo realiza a quarta temporada do Funk TV Visita

Com mais de 30.000.000,00 (Trinta Milhões) de visualização no YouTube, sendo assim a maior série de reportagens dentro deste mercado, a Funk TV mantém um público fiel desde 2011, e se torna uma das maiores empresas de credibilidade neste ramo.

A partir da percepção do quanto o Funk vem se alastrando nas regiões periféricas da capital de São Paulo, desde 2009 Anderson Evangelista e João Carlos conhecidos como Montanha e JC, mantém um olhar para além das discussões inseridas no contexto (seja nas sociais, raciais, de gênero, e afins), começando a identificá-lo como porta de entrada para outros temas mais específicos e necessários, não só em relação ao próprio ritmo, por conta de suas letras, melodias, e recepção, mas também pelos locais em que ele se faz presente.

"Em uma época onde as músicas dos MC"s começavam a ser famosas na internet e na rua, os seus rostos não eram, devido ao preconceito que se mantinha dentro do mercado do funk, que estava ainda em seus primórdios. Com isto fomos um dos primeiros em produção de qualidade, desde de fotos de eventos até mesmo DVD dos próprios", afirma Montanha.

As críticas atenuadas dirigidas à continuidade e crescimento significativos do gênero musical cooperam, inconscientemente, com todas abordagens em que ele se atreve a estar presente como porta-voz, justamente por tornar possível, a partir de então, um diálogo quase que "calado" em âmbitos de discurso. Não há como negar que o Funk tem utilizado a clara especificidade para alcançar o todo mundo. Ele é tão vultoso que não há como ignorá-lo, antes, abraçá-lo ou rejeitá-lo.

"Quando resolvemos fazer o Funk TV Visita era para mostrar a identidade do funk contando história de vida dos MC's onde relatam o seu dia a dia para atingir o tão sonhado sucesso. Além disso o funk tem uma peculiaridade própria mexendo até mesmo uma economia local. Como somos oriundos de outros movimentos sociais, isto facilitou para esta percepção pioneira na época", JC.

Foram mais de 26 artistas entrevistados em suas reportagens, onde o próprio MC Daleste, assassinado em 2013, teve como uso de imagem na grande mídia arquivos da Funk TV. Em 2016 dirigiu o DVD do MC Kauan, "A Fúria dos Palhaços" o primeiro com repercussão em portais internacionais.

Website: https://www.youtube.com/user/FUNKTVOFICIAL

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.