ABRITAC reforça estratégia de comunicação para dar visibilidade às demandas da categoria

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

21 Dezembro 2016 | 11h58

São Paulo--(DINO - 21 dez, 2016) - Inseridos em uma das cadeias produtivas mais tradicionais e que mais empregam no País, os fabricantes de tapetes e carpetes têm uma extensa agenda econômica para defender a fim de melhorar a competitividade do segmento. O movimento passa por redução e simplificação da carga tributária, acesso ao crédito barato, incentivos ao consumo, além de todos os fatores ligados à melhoria para o ambiente de negócios no País. A ABRITAC (Associação Brasileira das Indústrias de Tapetes e Carpetes) quer dar visibilidade à agenda. Para tanto, reforçou sua estratégia de comunicação. A reformulação foi apresentada aos associados no início do mês, na última assembleia do ano, na sede da associação, em São Paulo.

O presidente da ABRITAC, Leandro Luiz Garrido, avalia que o momento de dificuldade econômica pode ser uma oportunidade para que o País avance em reformas importantes e fortaleça setores estratégicos de sua cadeia produtiva, como é o caso do segmento têxtil, responsável por empregar milhões de brasileiros. "A estratégia que estamos adotando envolve o aprimoramento da comunicação interna com os associados e cria uma ponte de diálogo externo para falarmos com nosso mercado consumidor, com a sociedade em geral e com os núcleos de decisão do País", explica.

O peso dos tributos sobre a indústria de tapetes e carpetes foi um dos temas abordados na assembleia. A advogada tributarista Lumy Miyano Mizukawa apresentou uma perspectiva dos últimos avanços a respeito da Substituição Tributária e Ex-tarifário. A ABRITAC tenta convencer o governo a promover mudanças nas alíquotas para simplificar o recolhimento de tributos que incidem sobre o segmento e propiciar melhores condições para a importação de bens de capital, ação essencial para modernização da cadeia produtiva, objetivando ganhos de competitividade. Segundo a advogada, o governo está analisando a demanda apresentada.

Perspectivas econômicas

Para o diretor superintendente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), Fernando Pimentel, o panorama econômico está indefinido e continua a sofrer forte influência da crise política que envolve o País. O lado positivo desse momento difícil é aprovação de medidas que podem garantir horizontes futuros mais propícios para o ambiente de negócios. É o caso do Teto dos Gastos para o governo federal, a reforma da Previdência e a modernização das leis trabalhistas. Pimentel apresentou os números que mostram a persistência da recessão e a percepção de que a esperada melhora do cenário será mais lenta do que se esperava. Apesar disso, alguns dados positivos trazem algum alento. É o caso do controle da inflação. Em sua análise, a retomada do poder de compra da população e o restabelecimento da confiança na economia, são necessários para que o País retome o crescimento.

Nova estratégia de comunicação

As atividades de marketing da Associação passam a ser comandadas pela agência de publicidade Usina da Criação. A estratégia de comunicação que será adotada pela ABRITAC passa pelo aprimoramento da comunicação interna, especialmente entre os associados, aproximação com público consumidor e com a sociedade em geral. O publicitário Allysson Vitalle discorreu sobre os pontos principais da ação que visa fortalecer a unidade dos associados em estratégias conjuntas e propiciar a eles acesso às informações mais relevantes do mercado e das atividades da própria Associação. Ainda integra a nova estratégia de comunicação ações de assessoria de imprensa, que serão desenvolvidas pela empresa Capitólio Assessoria.

Posse do novo membro na Diretoria Executiva

A última assembleia do ano marcou também a condução de um novo membro à Diretoria Executiva da ABRITAC. Rodrigo Giuliano Marques, diretor da Decoralle Tapetes e Carpetes, foi indicado pelos membros ao posto de segundo tesoureiro. Sua chegada à diretoria foi destacada pelo presidente, Leandro Garrido, como um ato de renovação. Rodrigo é o mais jovem entre os membros.

Website: http://www.abritac.org.br/

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.