Acústica e tecnologia: mercado brasiliense em sintonia com os lançamentos mundiais

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

22 de dezembro de 2016 | 10h26

Brasília, DF--(DINO - 22 dez, 2016) - Brasília está à altura do mercado mundial de tecnologia quando falamos de projetos de arquitetura e interiores. A sentença afirmativa pode ser comprovada em uma simples visita a dois dos mais movimentados auditórios da cidade, Unibacen e a faculdade corporativa do Banco Central do Brasil (Bacen) e da Confederação Nacional do Comércio (CNC), que se destacam, não só por sua arquitetura, mas também por todos os detalhes funcionais que fazem deles espaços de recepção ideais para grandes eventos, como palestras e reuniões.

É sabido no segmento que, quando tratamos de grandes espaços dedicados a eventos como os já citados, é o projeto acústico que guia os traços da arquitetura, afinal, a sonoridade é peça-chave e prioridade nesse tipo de proposta. De acordo com Arthur Otávio Córdova, proprietário da Arte em Cinema, empresa parceira no fornecimento de equipamentos para os dois auditórios, e que realiza, em Brasília, projetos de automação e sonorização ambiente, "a acústica, sonorização e visibilidade da projeção são itens fundamentais para o conforto dos usuários de espaços como este".

O assunto é levado tão a sério em todo o mundo que existem certificações, como a LEED (ou Leadership in Energy and Environmental Design), que avaliam, entre outros quesitos, a valorização do imóvel para revenda ou arrendamento; modernização e menor obsolescência da edificação e o aumento da satisfação e bem-estar dos usuários. O projeto do CNC, um dos primeiros complexos empresariais a obter a certificação em Brasília, priorizou escolhas que resultaram em um desempenho final acústico para o som residual de 35,3dB(A), em acordo com a norma em vigor.

De acordo com a arquiteta Cândida Maciel, diretora comercial da Síntese Acústica Arquitetônica, uma das mais renomadas empresas do segmento de arquitetura e que assina o projeto arquitetônico e de acústica do auditório do CNC, os pontos principais que devem ser levados em conta em projetos como esse são a "inteligibilidade da fala, isolamento acústico, tempo de reverberação o mais próximo do ideal e viabilidade econômica". Para a conquista da certificação, foram utilizados também produtos que atendessem ao programa LEED, como os fabricados com materiais reciclados e recicláveis e com baixa emissão de Compostos Orgânicos Voláteis (COV).

Especialistas defendem que a tecnologia, seja para um bom projeto de som ou tantas outras possibilidades, é sempre uma aliada para projetos de arquitetura e interiores. Em grandes mostras ou em projetos residenciais e comerciais, arquitetos e designers de interiores têm procurado investir em escolhas que envolvam segurança e conforto aos seus usuários e colocam Brasília como referência no mercado, com soluções de gigantes como CRESTRON® e da SAVANT®, revendidas na cidade pela Arte em Cinema. Entre o time de renomados profissionais reconhecidos por seus projetos inovadores e parceiros da loja estão André Alf, Yeda Garcia, Miguel Gustavo e Eduardo Sáinz e Lilian Glayna Sáinz, entre tantos outros em destaque na cena brasiliense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.