Administração 4.0 - A Administração precisa estar à frente das inovações tecnológicas

São Paulo, SP--(DINO - 30 jan, 2017) - A administração surgiu como ciência no final do século XIX, durante o processo da primeira grande revolução tecnológica, que transformou o mundo ao longo do século XX: a 1ª Revolução Industrial. Ainda no século XX, as Teorias da Administração levaram as organizações a alcançar novos patamares de eficiência e eficácia, possibilitou a produção de bens e serviços em larga escala e ajudou a humanidade a realizar feitos antes inimagináveis, como a chegada no homem à Lua, o desenvolvimento de empresas multinacionais e a melhoria da qualidade de vida de grande parte da sociedade mundial, que cresceu de 1,5 Bilhão para 7,5 Bilhões em apenas um século.

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

30 de janeiro de 2017 | 16h34

Estamos vivendo um novo momento, uma nova Revolução. A "Revolução da Velocidade", porque agora as tecnologias se desenvolvem exponencialmente. Temos uma capacidade computacional muito maior do que no século XX, o que nos permite avançar exponencialmente em diversos campos da ciência, impactando a sociedade e a economia com inúmeras inovações tecnológicas. Por isso, as organizações precisam aprimorar seus modelos de gestão, compreendendo rapidamente as mudanças que a sociedade vem passando em função das novas tecnologias e desenvolvendo produtos e serviços novos com a mesma velocidade.

Mais do que nunca, precisamos administrar bem nossas organizações. No século XXI, temos novos e inspiradores desafios para a Administração. Cabe a ela prever, planejar, organizar e controlar a gestão das organizações, considerando as novas tecnologias que estão surgindo e seus impactos, com responsabilidade social e foco em sustentabilidade. Assim como no passado, novas tecnologias podem trazer oportunidades ou ameaças para as empresas e para a sociedade. Mas essas organizações estão preparadas para o gerenciamento dessas mudanças? As empresas estão aptas a gerenciar essa inovação fantástica, em prol da melhoria de seus resultados e da melhoria efetiva da vida das pessoas? É preciso que os administradores da atualidade compreendam rapidamente as transformações geradas pelas tecnologias exponenciais e criem novas Teorias de Administração adequadas aos novos tempos.

Se Taylor ou Fayol, precursores da Administração Científica e Clássica, estivessem vivos hoje, eles estariam maravilhados com o universo de oportunidades que estamos presenciando. A ciência da Administração é uma jovem e promissora carreira, que contará com novos e fascinantes tipos de organizações precisando de gestores nos próximos anos. Muitas das teorias e fundamentos da Administração estão mais atuais e imprescindíveis do que nunca, frente às necessidades das empresas no gerenciamento da inovação, da mudança, na compreensão do ambiente externo e interno das empresas, para elaboração de seus planejamentos estratégicos. O legado de décadas de experiência e desenvolvimento de ferramentas não deve ser ignorado, mas é preciso evoluir naturalmente frente ao novo contexto, aperfeiçoando sempre as técnicas e ferramentas de gestão e o planejamento estratégico.

As empresas que pretendem aproveitar as oportunidades da 4ª Revolução Industrial devem investir na sua Administração, na qualificação e atualização de seus gestores, no desenvolvimento de habilidades voltadas à Economia Criativa, na Gestão e Difusão da Inovação nos ambientes corporativos, e no gerenciamento de mudanças, em gestão da tecnologia da informação e ferramentas tecnológicas de apoio à Gestão.

Prof. Dr. Cláudio Carvajal ? Coordenador Acadêmico do curso de Administração, do curso de Gestão de Tecnologia da Informação, e professor nos programas de MBA da FIAP.

Website: https://www.fiap.com.br/

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.