ALD Automotive expande sua presença na América Latina

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

16 de março de 2017 | 04h16

São Paulo--(DINO - 02 mar, 2017) - A ALD Automotive - subsidiária do grupo Société Générale, especializada em gestão e terceirização de frotas de veículos leves ? está ampliando a sua presença na América Latina. No último ano, a companhia implementou uma filial no Peru, assinou duas novas parcerias na região com as empresas Autocoorp (Argentina) e Arrend Leasing (América Central) e está abrindo mais uma subsidiária na Colômbia, a ser inaugurada ainda no primeiro semestre de 2017. Essas iniciativas estendem a estrutura que já incluía três filiais no Brasil, no México e no Chile e que faz agora da ALD Automotive o maior player deste segmento na região, com presença em 11 países, gerenciando uma frota composta por mais de 50 mil veículos corporativos.

O segmento de terceirização de frotas tem grande potencial para crescimento na região. Estima-se que do total de veículos 0 km vendidos para empresas na América Latina, apenas 25% seja destinado à locação de longo prazo. Nos mercados mais maduros ? na Europa e nos Estados Unidos ? esse percentual chega a mais de 50%. As principais causas dessa disparidade estão relacionadas à heterogeneidade das características econômicas e fiscais de cada país, e também a pouca cultura para terceirização. De modo geral, as empresas têm dificuldades em medir o real custo de sua frota e a maioria dos empresários ainda considera os veículos como investimento.

Pensando nos desafios das empresas em mensurar e controlar o TCO (Total Cost of Ownership - Custo Total da Propriedade) de suas frotas, a ALD Automotive usa sua expertise no negócio para fazer diagnósticos precisos e oferecer soluções customizadas, econômicas e sustentáveis. "Na maioria dos casos em nossa região, um veículo corporativo, além de ser uma ferramenta de trabalho essencial devido às distancias e falta de infraestrutura dos transportes públicos, também é considerado como um elemento importante de retenção de funcionários. Isto abre oportunidades para desenhar soluções de gestão de frotas que apelam não só aos Diretores Financeiros e de Operações de nossos clientes, mas também aos Executivos de RH e das Altas Direções, como parte de estratégias globais de competitividade de negócios e de empregabilidade", afirma Pascal Vitantonio, Diretor Regional da ALD Automotive Latam.

Com esses investimentos, a ALD Automotive se consolida como líder no mercado Latino Americano e se posiciona como um parceiro natural para a gestão de frotas de multinacionais que já são atendidas pelo grupo mundo a fora, e que expandiram seus negócios e suas frotas no continente.

ALD Automotive gerencia mais de 1.6 veículos corporativos pelo mundo, presente em 48 países, atende a 100 mil clientes e tem em sua rede de parceiros o apoio necessário para oferecer a melhor cobertura geográfica disponível.

Sobre o Grupo Société Générale

Com sede em Paris, o Société Générale é um dos mais importantes grupos financeiros da Europa, contando com mais de 148.000 colaboradores em 76 países, gerenciando contas de mais de 32 milhões de clientes ao redor do mundo. No Brasil desde 1967, o Grupo é composto por 4 empresas e atende a mais 900 mil clientes.

Sobre a ALD Automotive

A ALD Automotive é referência global em terceirização e gestão de frotas de veículos. Linha operacional de negócios do grupo Société Générale está presente em 48 países, emprega 5000 pessoas e gerencia 1.6 milhões de veículos corporativos ao redor do mundo. É líder do segmento na Europa, está entre os três principais players globais.

No Brasil há 12 anos, a empresa trouxe para América Latina toda expertise que adquiriu em mais de 50 anos de existência, atendendo mais de 450 clientes de diversos setores da indústria e serviços, em todo território nacional.

Website: http://www.aldautomotive.com.br/

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.