Alívio da dor em tratamentos de câncer por meio da hipnose ganham destaque

Rio de Janeiro, RJ--(DINO - 08 mar, 2017) - Novos estudos que apoiam a eficácia da hipnose para o alívio da dor crônica no câncer, síndrome do intestino irritável e cefaléias de tensão.

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

08 de março de 2017 | 18h22

"Nos últimos anos, hipnose clínica e estados modificados de consciência, como estados meditativos, tornaram-se tópicos significativos de pesquisadores em psicologia, filosofia, medicina e neurociência", disse Maria Paola Brugnoli, do Departamento de Ciências Cirúrgicas, Anestesiologia, Terapia intensiva e terapia da dor na Universidade de Verona, na Itália.

A hipnose clínica alinha-se com a perspectiva global da Organização Mundial de Saúde para cuidados paliativos, incluindo o aspecto de proporcionar alívio de sintomas como dor, ansiedade e depressão, fadiga, náuseas e alteração do sono.

Os resultados dos estudos de imagem cerebral demonstram que "a hipnose influencia todas as áreas corticais e os processos neurofisiológicos subjacentes à dor e às emoções", de acordo com uma revisão. "Os processos reguladores neurofisiológicos - como atenção, controle cognitivo e monitoramento - desempenham um papel central na mediação de respostas a sugestões hipnóticas para alívio da dor ", disse o Dr. Brugnoli.

A analgesia hipnótica tem sido associada a reduções mais significativas nos resultados relacionados à dor, em comparação com o padrão de cuidados e intervenções não hipnóticas, como educação e fisioterapia. Na revisão, o Dr. Brugnoli detalha várias técnicas hipnóticas que os clínicos podem usar com pacientes com dor, bem como breves técnicas de auto-hipnose que os pacientes podem usar.

"O uso da hipnoterapia geralmente inclui uma fase de indução para aumentar a absorção mental, seguida de uma fase de sugestão que fornece direções para induzir mudanças particulares em pensamentos, comportamentos e sensações como a dor", explicou o Dr. Brugnoli.

Por exemplo, uma vez que um estado de relaxamento tem sido induzido em pacientes, eles podem ser treinados para interpretar a sensação de dor ou outros sintomas angustiantes como uma sensação diferente, como a pressão ou o calor anestesiante.

Outra técnica usa imagens mentais para deslocar a atenção da sensação dolorosa para uma parte diferente do corpo que não é afetada pela dor. Na auto-hipnose para o alívio da dor aguda, um paciente pode fazer um breve exercício no qual eles dizem a si mesmos: "Agora vou dormir por X minutos, enquanto a minha dor diminui", e então, contagem regressiva de 20 para 1. Estas técnicas também vem sendo muito usadas no tratamento para depressão.

À luz da evidência relativa à eficácia da hipnose no tratamento da dor, estes tratamentos representam uma opção para os doentes que indicam um interesse neles.

"A hipnose clínica nos cuidados paliativos aumenta o conforto diminuindo a dor, controlando os sintomas ... e diminuindo o estresse para o paciente e a família, e não deve ser adiada quando é indicado", concluiu o Dr. Brugnoli na revisão.

Resumo e Aplicabilidade Clínica

Uma variedade de técnicas hipnóticas podem ser eficazmente utilizadas como tratamento adjuvante no tratamento da dor e outros sintomas angustiantes em pacientes com doenças crônicas graves.

Mais conteúdo sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.