Anunciada a data da audiência da ação judicial da talidomida na Alemanha

Anunciada a data da audiência da ação judicial da talidomida na Alemanha PR Newswire COLÔNIA, Alemanha, 13 de fevereiro de 2017

Por PR NEWSWIRE

13 de fevereiro de 2017 | 09h19

COLÔNIA, Alemanha, 13 de fevereiro de 2017 /PRNewswire/ -- 60 anos após o lançamento do Contergan (ingrediente ativo: talidomida), o maior escândalo farmacêutico da República Federal da Alemanha continua a ferver. Uma ação judicial será ouvida no Tribunal Regional de Bonn às 12:00h do dia 15.2.2017 a qual é mais explosiva do que parece ser à primeira vista.

A vítima do Contergan, Andreas Meyer, que nasceu sem braços nem pernas e está confinado a uma cadeira de rodas, está processando o ex-membro da Diretoria da Fundação Contergan, o advogado Karl Schucht, por uma liminar e retificação.

Em uma carta endereçada aos membros do Comitê de Assuntos Familiares do Parlamento Federal da Alemanha, Schucht afirmou que Meyer, como testemunha especializada em uma audiência pública do Comitê, declarou publicamente várias inverdades sobre eventos ligados à Fundação Contergan.

Entre outras coisas, Meyer disse que por 30 anos a Grünenthal GmbH, fabricante do Contergan (talidomida), teve acesso aos registros médicos das vítimas do Contergan na Fundação Contergan. Adicionalmente, a Grünenthal também pagou os especialistas médicos da Fundação.

Em sua carta, Schucht afirmou o contrário, que a Grünenthal em nenhum momento teve acesso aos registros médicos das vítimas do Contergan, mas que os registros foram sempre mantidos pela Fundação Contergan. Adicionalmente, ele afirmou que os especialistas da Comissão Médica sempre foram pagos com os fundos da Fundação Contergan.

Porque a ação é tão explosiva? Porque, caso Meyer vença a ação judicial, isso significará que não somente Schucht disse inverdades para os membros do Parlamento. Não, o Governo Federal também disse inverdades para o Parlamento.

Porque o Ministério Federal de Assuntos Familiares, o qual é responsável pela supervisão da Fundação Contergan desde 1972, declarou em uma resposta a uma Interpelação Menor pelo Grupo Parlamentar Die Linke, que a carta de Schucht também expressava a opinião do Governo Federal.

Uma questão fundamental, de acordo com Meyer, é o papel duplo do advogado Herbert Wartensleben, que também foi convidado como testemunha pelo Tribunal Regional de Bonn. Desde 1972 até o final de 2003, Wartensleben não era apenas Presidente do Conselho da Comissão Médica da Fundação Contergan, a qual julga se uma vítima foi ou não prejudicada pelo Contergan e também avalia o grau do dano causado ? o que serve de base para a determinação do valor da pensão do Contergan, por exemplo. Desde o julgamento do Contergan, Wartensleben atuou seguidas vezes como o representante legal da Grünenthal em casos relacionados com o Contergan, mais recentemente em 2007 nas ações judiciais em relação ao filme da ARD em duas partes  "Eine einzige Tablette" (Um Único Tablete).

"O caso lida com a dúvida de que a Fundação Contergan era, ou talvez ainda seja, uma subsidiária secreta da Grünenthal com o conhecimento do Governo Federal", disse Meyer.

Meyer será representado pelo Prof. Dr. Jan Hegemann da firma de advocacia Raue Rechtsanwälte LLP em Berlim. O advogado Prof. Dr. Jan Hegemann já representou com sucesso Meyer em 2009, no caso da convocação feita por Meyer para o boicote dos produtos da Dalli-Werke, Mäurer & Wirtz e da 4711 ? companhias pertencentes ao dono da Grünenthal. O advogado Karl Schucht será representado pelos advogados Gernot Lehr e Tobias Würkert LLM, do escritório de Bonn da firma de advocacia Redeker Sellner Dahs. Para Meyer isso é significativo. O fundador daquela firma de advocacia, Prof. Dr. Hans Dahs sênior, que faleceu em 1972, representou o falecido dono da Grünenthal, Dr. Hermann Wirtz sênior, no julgamento do Contergan.

Local e data da audiência no tribunal

Data : 15.2.2017

Hora: 12:00h

Local : Tribunal Regional de Bonn, Wilhelmstraße 21, 53111 Bonn

Sala : Tribunal S. 0.15 (Saalbau)

Importantes informações adicionais podem ser acessadas no seguinte link:

http://www.gruenenthal-opfer.de/Materials_Meyer_vs_Schucht_15_2_2017

Contato:

Federação das vítimas da talidomida e vítimas da Grünenthal

a/c Sr. Andreas Meyer (Presidente do Conselho)

Dohmengasse 7 , 50829 Köln

E- mail: bcg-brd-dachverband@gmx.de

Web Site: http://www.Gruenenthal-opfer.de

Celular: +49 (0)172 / 2905974

 

To view the original version on PR Newswire, visit:http://www.prnewswire.com/news-releases/anunciada-a-data-da-audiencia-da-acao-judicial-da-talidomida-na-alemanha-300406027.html

FONTE Federation of Thalidomide Sufferers and Grünenthal Victims

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.