Aplicativo para simulados de redação promete aprendizagem eficiente para Enem e vestibulares

Belo Horizonte, MG.--(DINO - 18 jan, 2017) - Desde a década de 1970, o conceito de aprendizagem adaptativa vem sendo desenvolvido, ganhando maior espaço nos sistemas escolares a partir de finais da década de 1990 e início dos anos 2000, com o advento da massificação de tecnologias computacionais em diversos países, inclusive no Brasil.

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

18 de janeiro de 2017 | 17h26

No entanto, até muito recentemente, ainda não se havia estruturado um sistema capaz de lidar com um campo do conhecimento tão mais subjetivo, complexo e dependente da linguagem escrita, como a redação.

É justamente essa a novidade trazida pela Redigir A+. Também acessível via aplicativo para Android e IOS, a start-up mineira desenvolveu uma plataforma que permite consulta a um vasto catálogo de propostas de redação , que versam sobre temas da atualidade, os quais o estudante pode utilizar para treinar tanto para a redação do Enem quanto para quaisquer outros processos seletivos do país, como a Fuvest e a UERJ. Além disso, ainda é possível a apropriação do sistema para o trabalho nos segmentos do Ensino Fundamental 2 e primeiras séries do Ensino Médio.

As redações são corrigidas em até cinco dias, e o resultado desses simulados oferece comentários personalizados. Em adição, o algoritmo criado permite a geração de relatórios diagnósticos de desempenho e dificuldades, além do direcionamento a materiais de estudo indicados ao aluno a partir de suas reais limitações.

Aos gestores e professores, a grande vantagem são os relatórios gerenciais, criados com base em instituição, unidade escolar, séries, turmas ou mesmo por estudante, o que orienta as escolas em tomadas de decisão mais seguras, pelo fato de serem baseadas em informações objetivas acerca do processo de ensino-aprendizagem. Em síntese, a Plataforma Redigir transforma em data aquilo que o gestor/professor tem apenas no feeling.

Ao terceirizar a correção das redações produzidas, a instituição conveniada também evita a geração de um passivo trabalhista referente à equipe de corretores, algo bastante comum no mercado docente.

Por tudo isso, para alunos e instituições de ensino que queiram investir na constante melhoria do ensino de redação, em especial na redação para o Enem, vale a pena conhecer e utilizar os serviços da Redigir A+.

Website: http://www.plataformaredigir.com.br

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.