Banda de Rock "Dudé e a máfia" lança EP com material de músicas conhecidas pelos fãs

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

21 Dezembro 2016 | 16h07

SP--(DINO - 21 dez, 2016) - O novo EP da "Dudé e a máfia" dá uma pequena amostra do álbum que será lançado em 2017. Rock n Roll clássico, fundido ao bom e velho Blues e uma pitada de malícia e cinismo brasileiro, temos a fórmula mágica do som da banda . A influência da década de 70 em bandas como "Made in brazil", se faz presente no estilo dos caras, porém, a atitude em nos palcos é original e enérgica, algo cativante ao público fiel que sempre comparece nos shows. O EP conta com canções como "Batom Blues", "Péssima reputação" e "Algo mais", hinos presentes no repertório.

A banda destacou-se pelas apresentações no Teatro Ressurreição (SP), espaço que possui 320 lugares e toda infraestrutura necessária para receber o público. Essa consciência e atenção com os fãs não é por acaso, o líder e vocalista da banda Dudé, além de professor de canto e músico experiente por integrar bandas de variados estilos dentro do Rock, nasceu com deficiência física. Devida uma má formação congênita, o cantor não possui os braços e a perna direita, acostumando-se a usar uma perna mecânica para se locomover. As experiências e dificuldades com que Dudé precisa lidar com questões de locomoção e conforto, abriram as portas da percepção da banda em relação aos meios alternativos de comportar seu público de maneira adequada.

Dudé possuí opiniões fortes sobre a vida e os problemas que as pessoas com deficiência enfrentam, sua franqueza com as palavras conquista seguidores nas redes sociais. Ele procura afirmar que o deficiente não precisa da compaixão e da pena de nenhum membro da sociedade e costuma citar exemplos de atitudes conscientes que poderiam mudar esse quadro. "Eu não me enxergo como exemplo de superação, acho que isso seria pretensão demais da minha parte", Dudé cobra com afinco uma postura diferente por parte das próprias pessoas com deficiência também, não quer que o deficiente se enxergue como vítima ou exemplo de superação, apenas que saiba cobrar seus direitos.

A Dudé e a máfia é composta pelo guitarrista e Backing Vocal Ed Navarrete, o Baixista e multi-instrumentista Lennon Fernandes, o baterista e Backing Vocal Sérgio Navarrete e o guitarrista e violonista Luíz Cazati. Fãs de Classic Rock e de Blues, iniciaram as atividades em 2013 e possuem dois clipes de canções autorais, "Batom Blues" e "Péssima reputação" que reproduzem um retrato fiel do som da banda.

Mais conteúdo sobre:
ReleasesBluesMadeRock

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.