Biofarmacêutica AbbVie inicia pesquisa clínica com novo anticorpo para tratamento de Doença de Alzheimer e Doença de PALSY

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

16 de março de 2017 | 06h36

(DINO - 09 mar, 2017) - " Este anticorpo em estudo atua diretamente na proteína tau, que acredita-se, estabiliza as estruturas intercelulares envolvidas na manutenção dos neurônios. O acúmulo anormal desta proteína é um marcador em várias doenças neurodegenerativas. " Este anticorpo, chamado em pesquisa pela sigla , BBV-8E12 foi classificado pela FDA como Tratamento para Avaliação Rápida para Doença de Palsy.A AbbVie, companhia biofarmacêutica global, anunciou o início de dois programas de pesquisa clínica de fase 2 para avaliar ABBV-8E12, um anticorpo anti-tau em fase de desenvolvimento, para tratamento de doença de Alzheimer inicial e Doença de Palsy. Reconhecendo a falta de opções de tratamento de Palsy, a FDA classificou ABBV-8E12 como medicamento para processo de análise rápida. A FDA e a EMA classificaram ABBV-8E12 como Medicamento Órfão também para Palsy."Vemos grande potencial no ABBV-8E12 na forma de abordar a proteína tau para doenças progressivas neurodegenerativas, como doença de Alzheimer inicial e PSP", afirmou Eric Karran, vice-presidente do Centro de Neurociência da AbbVie. "O início do programa de fase 2 e a classificação para avaliação rápida representam importantes passos no compromisso contínuo da AbbVie em pesquisar novas abordagens científicas, com a esperança de trazer novas opções de tratamento para os pacientes".Os resultados positivos de fase 2 em pacientes com PSP foram recentemente apresentados no Encontro Anual de Estudos Clínicos em Doença de Alzheimer, em dezembro de 2016.O estudo de fase 2 em doença de Alzheimer inicial irá incluir 400 pacientes, para avaliação da eficácia e da segurança de ABBV-9E12, tendo como objetivo postergar a progressão da doença. O estudo de fase 2 em Doença de Palsy irá incluir 180 pacientes adultos para avaliação da eficácia e segurança do ABBV-8E12 para diminuir a progressão da PSP. Segundo a FDA, a classificação "Análise Rápida" é um processo para facilitar o desenvolvimento e agilizar a revisão de medicamentos destinados a tratar doenças sérias e atender necessidades médicas ainda não supridas. Nos EUA, a designação de "Medicamento Órfão" é conferida a medicamentos e produtos biológicos que se caracterizam como tratamento seguro e eficaz, diagnóstico ou medida profilática, para doenças raras que afetam menos de 200.000 pessoas nos EUA. Na Europa, a designação de medicamento órfão é dada a terapias destinadas a tratar doenças que ameaçam a vida, e que afetem não mais do que 1 a 5 pessoas em 10.000 habitantes na Europa e para a qual não há tratamento satisfatório disponível. O medicamento deve oferecer um benefício significativo para aqueles afetados pela condição.O ABBV-8E12, sob licença da C2N Diagnostics em 2015, é um anticorpo humanizado que vem sendo estudado para agir diretamente na proteína tau que, acredita-se, estabiliza as estruturas intercelulares exigidas para manutenção e transporte nos neurônios. O acúmulo anormal ou alterado da proteína tau é um marcador em várias condições neurodegenerativas. O desenvolvimento da patologia da proteína tau está fortemente correlacionado com a progressão clínica da doença. A doença de Alzheimer é um distúrbio progressivo, neurodegenerativo que afeta aproximadamente 34 milhões de pessoas em todo o mundo, número que estima-se triplicar até 2050. É a sexta principal causa de morte nos Estados Unidos e não há atualmente tratamentos para prevenir ou atrasar sua progressão. A Doença de PALSY) é um distúrbio neurodegenerativo progressivo, com uma incidência anual estimada de 3 a 6 pessoas por 100.000 habitantes; dentro dos EUA, a doença afeta aproximadamente 20.000 pessoas. Em média, os sintomas da doença surgem, geralmente, depois dos 60 anos de idade. As características mais comuns incluem perda do equilíbrio, que leva a quedas inexplicáveis, visão turva, dificuldades em controlar o movimento dos olhos e dificuldade de articulação de fala. Atualmente, não há tratamento nos EUA aprovado para Plasy. É um das mais de 20 doenças neurodegenerativas caracterizadas pela degeneração neurofibrilar e do tau, com lesão no sistema nervoso centralA AbbVie é uma companhia biofarmacêutica global, baseada em pesquisa, criada em 2013, a partir de sua separação da Abbott. A missão da companhia é usar sua experiência, equipes dedicadas e foco em novação para desenvolver e comercializar terapias avançadas para algumas das doenças mais sérias e complexas do mundo. Junto com sua subsidiária Pharmacyclics, a AbbVie emprega mais de 30.000 pessoas em todo o mundo e comercializa seus produtos em mais de 170 países. Para mais informações acesse www.abbvie.com.br e siga @abbvie no Twitter, ou conheça as oportunidades de carreiras em nossas páginas no Facebook ou Linkedin.No Brasil, a AbbVie iniciou suas operações no inicio de 2014, e atualmente, conta cerca de 350 colaboradores. No país, oferece medicamentos avançados nas áreas de imunologia, neonatologia, virologia, anestesiologia, endocrinologia e nefrologia. Entre suas áreas de especialidade, conduz mais de 20 estudos clínicos, envolvendo mais de 1.900 pacientes em 120 centros brasileiros de pesquisa. Para informações adicionais, www.abbvie.com.br

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.