CellProthera arrecada 8,3 milhões de euros

SÃO PAULO--(BUSINESS WIRE-DINO - 24 fev, 2017) -

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

24 de fevereiro de 2017 | 13h54

CellProthera, uma empresa de biotecnologia que oferece a terapiacelular mais avançada para a regeneração de músculos cardíacoslesionados após infarto do miocárdio, anunciou que arrecadou 8,3 milhõesde euros de investidores privados em 2016.Esta arrecadação defundos complementa os 20 milhões de euros levantados durante rodadasanteriores e permitirá à CellProthera buscar seu desenvolvimentocientífico, completar seu ensaio clínico de fase I/IIb na Europa epreparar o estudo de fase II na Europa e América do Norte.

Realizado em três fases, 100% do aumento de capital vêm de escritóriosfamiliares, alguns deles com histórico de apoio à CellProthera emrodadas anteriores.Novos interessados, especializados em inovaçãoe tecnologia inovadora, em particular no setor médico, expressaram umentusiasmo real pela CellProthera, seu progresso e potencial.

Os fundos arrecadados serão utilizados em três programas principais:

1. Conclusão dosensaios clínicos atuais de fase I/IIb. A empresatambém está preparando o ensaio de fase III, que envolve estabelecernovos centros de terapia na Europa, Estados Unidos e Canadá.

2. Desenvolvimento de um dispositivo de automação industrial. Estedispositivo é a base do tratamento oferecido pela CellProthera; de umsimples exame de sangue, ele gera, em escala industrial e pormultiplicação celular, um enxerto de células-tronco CD34 positivas"ProtheraCytes®", que é reinjetado no paciente.

3. A CellProthera também pretende estabelecer um ponto de apoio na Ásiae iniciará um ensaio clínico em Cingapura em 2017.

"Com esta nova rodada, nossos investidores demonstraram a suadedicação e compromisso com o nosso projeto. Cerca de um milhão depacientes que aguardam por uma terapia somente na Europa, Estados Unidose Japão são muito gratos a eles."

Informações adicionais e material visual estão disponíveis mediantesolicitação do departamento de imprensa

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada.As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem sereferir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto quetem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: http://www.businesswire.com/news/home/20170202005828/pt/

- FIM ?

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.