Comunicação Não Violenta é o tema da palestra ministrada por empresa especialista no assunto

São Paulo, SP.--(DINO - 30 jan, 2017) - Ajudar a fazer com que cada vez mais diversas pessoas se comuniquem melhor e de forma harmoniosa. Com esse propósito, a Univoz, empresa especializada em desenvolver pessoas em competência comunicativa, se prepara para realizar mais uma edição da palestra "Comunicação Não Violenta". Programado para 22 de fevereiro, o conteúdo abrirá a temporada 2017 do ciclo de palestras organizadas pela empresa.

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

30 de janeiro de 2017 | 15h20

A palestra que será realizada na sede da Univoz, no bairro paulistano do Paraíso, será conduzida por Ana Elisa Moreira Ferreira. Diretora-fundadora da empresa, ela é coach e consultora em comunicação humana e explica um dos objetivos de seu trabalho na temática de Comunicação Não Violenta: "orientar as pessoas a se comunicarem de forma mais empática e conciliadora". Para a Univoz faz muito sentido lançar a palestra dia 30 de janeiro, que é considerada por muitos como um Dia da Não Violência, lembrando o aniversário de falecimento de Mahatma Gandhi.

Basta evitar a violência física?

Sobre o conceito de Comunicação Não Violenta, Ana Elisa ensina que a temática vai além do que muita gente pensa, de que basta parar de ser violento evitando gestos bruscos e tirar palavras duras ou ofensivas do vocabulário. "A violência na comunicação não se restringe a isso", comenta. "Uma comunicação violenta é a forma como nos dirigimos ao outro, o jeito de olhar, de julgar e de conversar sem entrar em contato, não considerando o outro. Se chego impondo algo, estou praticando uma comunicação violenta", explica a especialista.

Ana Elisa reforça que o exercício de empatia é primordial para se começar a desenvolver a comunicação não-violenta. Entender o outro e se colocar no lugar dele são pontos essenciais para que a comunicação flua com sucesso. A forma de se evoluir nesse sentido será explicada detalhadamente na palestra, que passará também pelos quatro pilares da "CNV" (sigla pela qual o assunto também é conhecido): 1-observar; 2-dizer como se sente; 3-comentar o que precisa; e 4-expressar o que deseja, o que lhe atende.

De empresas a lares

A palestra comanda pela fundadora da Univoz é voltada a diversos tipos de público. Afinal, como ela salienta, saber se comunicar de um jeito mais harmonioso é importante para todo mundo, desde quem almeja um cargo de liderança ou atua em áreas de negociação e conciliação, colaboradores que precisam trabalhar constantemente em equipe, pessoas que estão buscando recolocação no mercado de trabalho e até mesmo para quem quer melhorar a relação familiar. "O assunto é importante para o ambiente corporativo, mas também para relacionamentos pessoais", observa Ana Elisa.

Como participar

Para participar da palestra "Comunicação Não Violenta" é necessário entrar em contato com a Univoz no telefone (11) 3262-2009 ou enviar e-mail solicitando link para a inscrição para univoz@univoz.com.br. Com duração de duas horas, o evento será realizado na sede da empresa (Avenida Bernardino de Campos, 327, conjunto 63, Paraíso ? São Paulo/SP) no dia 22 de fevereiro, às 19h. O valor de cada inscrição é R$ 90,00.

Sobre a Univoz

No mercado brasileiro desde 22 de abril de 1998, a Univoz é especializada em realizar treinamentos e palestras sobre as mais diversas vertentes da comunicação humana. Fundada pela fonoaudióloga, coach e consultora em comunicação Ana Elisa Moreira Ferreira, a empresa soma reconhecimentos ao longo de sua história. Entre outras premiações, recebeu o Prêmio Nacional de Telesserviços (2008), além de prêmios na área acadêmica em congressos nacionais e internacionais.

Website: http://www.univoz.com.br/

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.