Coworking. Coletivo, privativo, ou ambos?

Campo Bom, RS.--(DINO - 23 jan, 2017) - Os coworkings estão em ascensão, como um novo modelo de espaço para trabalho, eles oferecem uma infraestrutura completa e englobam todos os serviços para que seus residentes não se preocupem com nada além de gerir seus negócios. Baixo custo, comodidade, conforto e beleza são apenas alguns dos atributos.

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

23 de janeiro de 2017 | 14h06

De acordo com o Censo Coworking Brasil 2016, o segmento cresceu 52% em relação aos números levantados em 2015. Segundo a pesquisa internacional The Global Coworking Survey 2015 | 2016 da Deskmag - um portal mundial sobre coworking - até o final de 2017 teremos mais de 12.700 espaços de coworking ao redor do globo. A pesquisa também aponta que 75% das empresas que optam pelo coworking, o fazem pela motivação de estarem conectadas com diferentes empresas no mesmo espaço.

O que poucos descobriram é que os coworkings identificam, nutrem e sustentam talentos, e por isso mobilizam a indústria criativa. Um espaço criativo proporciona ambientes de interação e conexão entre todos, gerando um fluxo de ideias e invenções. Tente imaginar uma atmosfera rica em cocriação capaz de produzir inúmeros updates e insights em você que irão desencadear inovações e ações de sucesso para o seu negócio e para todos.

Segundo Rodrigo Kray, CEO do complexo empresarial Hub 5796, um dos maiores coworkings da região sul do país, localizado em uma área de 36 mil m², em Campo Bom/RS: "nosso papel vai além de hospedar empresas e profissionais autônomos, nossa missão é funcionar como um ecossistema de negócios, ser uma estratégia que conecta empresas de diferentes portes e pessoas. Queremos oportunizar para os profissionais, além de um espaço para confraternizar, um espaço para exporem seus projetos, fomentando aprendizados e novas iniciativas, através de um crescimento mútuo em um único ambiente".

Os coworkings são resultado da cooperação, do compartilhamento, da sinergia e da simbiose entre negócios e profissionais, a alma deles é a cocriação. A proposta de integrar coworkings com escritórios privados, como no exemplo acima do Complexo empresarial Hub 5796, dispondo no mesmo ambiente empresas e profissionais autônomos, gera mais oportunidades de negócios, e consequentemente impulsiona o empreendedorismo como um todo, e é por isso que os coworkings não apenas criam o future business, mas principalmente são os protagonistas na cocriação dele.

Website: http://www.hub5796.com.br/

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.