Desde o final de 2016, BNDES está divulgando informações sobre investimentos em empresas ? Veja com Marcio Alaor, do Banco BMG

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

16 de março de 2017 | 02h38

(DINO - 02 mar, 2017) - Com a intenção de aumentar a transparência dos investimentos, feitos com dinheiro público, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) começou a divulgar, na última semana de dezembro de 2016, as informações completas sobre os investimentos de sua carteira de renda variável da BNDES Participações S.A. (BNDESPar) - sociedade gestora de participações sociais do Banco, criada para administrar as participações em empresas detidas por ele. Os dados abrangem dez anos, de 2007 a 2016, informa o vice-presidente do Banco BMG, Marcio Alaor.

Os dados anunciados incluem informações inéditas e consolidadas referentes a 408 operações e investimentos que chegam ao valor de R$ 66 bilhões no período. Segundo a diretora da Área de Mercado de Capitais, Eliane Lustosa, "esta é mais uma etapa de transparência, de prestar contas à sociedade, das suas atividades". De acordo com Lustosa, o projeto estava em andamento no banco e agora estão sendo colocadas no ar as operações de renda variável. Ela explica que já existem informações de renda fixa e ainda serão acrescentadas as participações acionárias, diz Marcio Alaor.

A diretora destacou também que os investimentos não visam apenas o lucro financeiro, mas também levam em conta aspectos sociais - muitas vezes, o BNDES entra em uma empresa, participa de seu amadurecimento e depois vende sua participação.

O vice-presidente do Banco BMG, Marcio Alaor, ainda acentua que, segundo Eliane Lustosa, entre o governo da ex-presidenta Dilma Rousseff e o atual, do presidente Michel Temer, aconteceu uma mudança conceitual nos investimentos do banco. "O que eu diria de diferente, da gestão anterior para a atual, é esta visão mais ativista no mercado de capitais. É nosso dever ? e esta é uma visão da atual gestão do banco ? sermos mais ativos nas participações acionárias que nós temos, seja nas assembleias ou nos conselhos de administração. Buscando incentivar o mercado de capitais, sendo mais vocais", avaliou Eliane.

A diretora da Área de Mercado de Capitais completa - "Temos um papel muito importante a cumprir no mercado. Tivemos uma ampla discussão interna e a percepção é que nós vamos induzir as melhoras não tanto pelo volume de recursos aplicados nas empresas, mas principalmente pela coordenação, integração e atuação nas falhas de mercado que vão nos trazer os investidores privados".

A lista das empresas nas quais a BNDESPar investe pode ser acessada no site do banco, no link Transparência, informa Marcio Alaor.

A BNDESPar

Atualmente, A BNDESPar, com uma carteira de mais de R$ 85 bilhões, é o maior investidor institucional do Brasil, sobressai o vice-presidente do Banco BMG, Marcio Alaor. !link Contudo, os investimentos estão caindo nos últimos anos, isso devido à crise econômica pela qual passa o país. Os desembolsos, por exemplo, já chegaram a R$ 31 bilhões em 2010, quando houve uma operação de aumento de capital na Petrobras, no entanto, caíram bruscamente para R$ 2,9 bilhões em 2011 e R$ 2,3 bilhões em 2012. Em 2016, chegaram a pouco mais de R$ 545 milhões.

Website: https://marcioalaorbmg.com/

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.