Dr. Giovanni Ítalo de Oliveira fala sobre assédio no ambiente de trabalho

(DINO - 09 mar, 2017) - Cada dia mais o mercado de trabalho vem ficando mais concorrido e para conseguir oportunidades os profissionais buscam constantemente capacitação e especialização em suas áreas para conseguirem as melhores oportunidades.

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

09 de março de 2017 | 15h54

Por outro lado, com essa demanda de profissionais e de trabalho, algumas empresas visam cada vez mais resultados e lucros, fazendo com que alguns superiores acabem cobrando além da conta de seus colaboradores para atingirem as metas propostas, e como consequência disso, surgem casos de assédio moral e/ou sexual que são caracterizados como tipos de violência no ambiente de trabalho.

Para entender um pouco mais sobre esse tema, citaremos alguns casos que serão analisados pelo dr. Giovanni Ítalo de Oliveira, formado pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP) em 1995, registro OAB-SP 8812, com inúmeros cursos de especialização em Direito do Trabalho e Processo Civil, hoje à frente do escritório de advocacia Ítalo de Oliveira Advogados Associados.

Brincadeiras e descontração são até saudáveis para o convívio social, mas se você percebe que essas "brincadeiras" são piadas e risadas constantes sobre você, com o intuito de atingir sua honra e imagem, o dr. Giovanni nos explica que esse tipo de situação caracteriza sim assédio moral.

Uma outra situação, existe assédio moral ou sexual numa entrevista de emprego? Segundo o especialista, o assédio moral ou sexual não pode ser caracterizado numa entrevista de emprego, já que o profissional não possui nenhum vínculo trabalhista com a empresa, caso aconteça alguma situação que gere um desconforto por algum motivo arbitrário, pode ser considerado uma discriminação.

Bom, se após esse artigo você chegou à conclusão que está sofrendo algum tipo de assédio no trabalho, nosso especialista sugere que você reúna o maior número de provas que caracterizem o assédio, como, troca de mensagens, gravações, testemunhas, entre outras e leve para um advogado analisar.

Ítalo de Oliveira Advogados Associados

www.italodeoliveira.com.br

(19)3236-3990 / (19)3236-8784

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.