Dragões da Real busca inspiração nas terras nordestinas e traz calangos no Anhembi

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

16 de março de 2017 | 00h04

São Paulo, Sp.--(DINO - 06 mar, 2017) - No último sábado (25), a Dragões da Real ofereceu um legítimo espetáculo ao público durante o desfile no Anhembi. A escola buscou inspiração no nordeste, e proporcionou a união ideal entre coreografias e um conceito artístico totalmente aprofundados na realidade nordestina. Os sambistas deram um show de encher os olhos com um samba enredo baseado na famosa letra de Asa Branca, que é um verdadeiro hino ao povo e tradições da terra de Gonzaga.

Um dos momentos mais belos do desfile foi a Ala dos Calangos: Momento em que um carro no formato de um mandacaru, uma planta típica do sertão que retira a água mais profunda do solo e cuja a flor dura apenas uma noite, entrou na avenida e 14 bailarinos, atores e integrantes vestidos de calangos que são lagartos específicos daquela região, subiam e desciam na lateral do carro alegórico durante todo o desfile. As flores do mandacaru foram representadas por 52 bailarinos.

"Participar deste carnaval foi algo mágico para mim. Enquanto filho de nordestinos, me senti homenageado, nunca vi algo tão rico e colorido", diz Johann, um dos integrantes da equipe.

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.