Empilhadeiras e paleteiras são essenciais para logísticas. Conheça as diferenças!

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

27 Dezembro 2016 | 10h03

Atibaia - SP --(DINO - 27 dez, 2016) -

São diversas as preocupações das empresas dessa área como o estudo de rotas, meio de transporte mais viável, armazenamento de materiais e máquinas que serão utilizadas, neste último quesito uma das dúvidas que podem surgir é sobre o uso de paleteiras ou empilhadeiras , qual é a mais adequada ao serviço realizado?

De acordo com a empresa Contato Comp, especializada em componentes elétricos , ambas são utilizadas com o objetivo de transportar cargas pesadas e o que as diferencia é a capacidade de levantar estes objetos. Paleteiras são empregadas para a locomoção de cargas ao nível do solo, caso o objetivo seja o empilhamento de caixas ou pacotes a empilhadeira é o equipamento mais indicado.

A paleteira recebe outros nomes como paleteira hidráulica, transpalete ou carro hidráulico e tem como função realizar o deslocamento de materiais para organização do estoque. Por sua leveza e simplicidade no manuseio pode ser utilizada estrategicamente para realizar alguns tipos de movimentação que seriam mais complicados com uma empilhadeira. Outra vantagem são os custos, o equipamento é mais barato que uma empilhadeira e o tempo de aprendizado para operar a paleteira é menor.

São diversos os tipos de paleteiras e entre eles a comum, a de aço inox com revestimento contra deterioração, com balança para pesar as mercadorias, com rodas duplas para cargas mais pesadas e a paleteira hidráulica que não depende totalmente do esforço físico do carregador.

As empilhadeiras são ferramentas imprescindíveis caso o seu estoque seja vertical, capazes de levantar grandes cargas torna as empresas mais dinâmicas, competitivas, modernas e aptas a um mercado globalizado. Assim como as paleteiras são diversas as categorias, a empilhadeira manual é operada em pé e tolera em média 2.000kg e é uma ótima opção para carregar caminhões. Já a empilhadeira elétrica é perfeita para ser utilizada em ambientes fechados como galpões, depósitos, armazéns, e por ser menor consegue se movimentar por corredores mais estreitos.

A trilateral é utilizada quando não há possibilidade de locomoção do equipamento e para realizar sua função utiliza garfos giratórios. O último tipo é a empilhadeira de combustão, mais robusta e de utilização em áreas como docas, portos, pátios e afins.

São equipamentos com pequenas diferenças, mas grande importância para o setor logístico, a escolha certa garantirá o sucesso das operações.

Website: http://www.contatocomp.com.br/

Mais conteúdo sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.