Empresários compartilham experiências sobre como estruturar um negócio mesmo em tempos de crise

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

16 de março de 2017 | 10h06

(DINO - 03 mar, 2017) - Abrir um novo negócio não é tarefa fácil em tempos de recessão, formatar e estruturar todo um modelo de negócio que pode ser reaplicado por outras pessoas, pode ser um pouco mais difícil, devido ao mercado e as constantes mudanças de comportamento da população diante a crise. Será que o seu produto será bem aceito no mercado? Será que vão investir nele? Essas são as dúvidas que pairam diversos novos empreendedores.Para Junior Talhaferro e sua sócia - e esposa -, Glaucia Sato, ambos idealizadores da franqueadora Achei no Pão , especializada em publicidade em sacos de pão, não pode haver medo ao empreender. "O ideal é ter tudo estruturado, assim como alternativas A ou B, quando alguma coisa possa sair do controle", afirma o empresário.Questionado sobre o modelo de negócio e por qual razão escolheu trabalhar e investir nele, Talhaferro explica, "Nós atuamos no mercado de microfranquias, onde o empreendedor trabalha a partir de casa, as famosas franquias Home Based. Decidimos atuar no segmento microfranquias devido ao baixo investimento e o retorno mais rápido. As pessoas buscam ter seu próprio negócio com baixo custo operacional".De acordo com o profissional, ter a sua própria franqueadora é um sonho realizado. Porém no início não foi tão fácil. Segundo Talhaferro, eles abriram o negócio sem muito capital. Para fazer crescer apostaram em parcerias, além de estudarem por conta própria fora do horário de trabalho. "Aprendemos muitos sobre Google AdWords, e a partir daí começamos nosso investimento, que em nossa ocasião foi super baixo", afirma.O negócio se desenvolveu rápido, no primeiro mês atuando como franqueadora, já haviam 4 contratos fechados com novos franqueados. Em pouco mais de 3 anos, já atendem mais de 200 cidades no Brasil. "Ficamos bastante satisfeitos com o resultado, sabemos que todo esse crescimento é resultado de muito trabalho", afirma Talhaferro.Apesar de todo o crescimento da franqueadora, o empresário afirma que para ter sucesso, o profissional tem que ter conhecimento de mercado e já ter o negócio experimentado. "Se o negócio deu certo com você, e se tem condições de ensinar e transmitir esse conhecimento, esse é o primeiro passo. Conhecer o mercado de franquias, estudar muito sobre direitos e deveres do FRANQUEADOR e ter muita dedicação e amor", explica.Com investimento inicial de R$4.500, a franquia Achei no Pão vem se destacando no mercado. O franqueado tem a possibilidade de ter o retorno do valor investido já nas primeiras tiragens. A franqueadora também oferece todo suporte comercial, operacional e treinamentos para a franquia ser um sucesso. A impressão do saco, e as artes para o estabelecimento ficam todas por conta da franqueadora.A Achei no Pão é um produto da franqueadora Lion Force Franchising. Mais informações: www.acheinopao.com.br.

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.