Entenda as diferenças entre pós-graduação e residência médica

São Paulo--(DINO - 23 jan, 2017) - Ao concluir sua graduação, o médico recém-formado tem três opções: ele pode exercer a profissão em cadeiras que não requerem pós-graduação, iniciar uma pós-graduação lato sensu ou cursar residência médica. Embora as últimas duas modalidades sejam reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) e disponibilizadas nas melhores instituições do país, elas possuem algumas diferenças que devem ser levadas em conta antes de fazer a escolha.

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

23 de janeiro de 2017 | 17h28

Como funciona a residência médica?

A residência médica foi instituída em 1977 pelo Decreto nº 80.281 para balizar a qualidade dos profissionais que ingressavam no mercado de trabalho, garantindo um atendimento com alto nível de excelência. Esse tipo de pós-graduação precisa ser aprovado pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM).

De acordo com o órgão, só pode receber o título de especialista, o profissional aprovado em provas de títulos e habilidades realizadas pelas sociedades de especialidades filiadas à Associação Médica Brasileira (AMB) ou que completaram uma residência médica reconhecida pela CNRM.

Como funciona a pós-graduação médica?

A pós-graduação médica qualifica os conhecimentos teóricos dos profissionais da Medicina e os auxilia para a atuação acadêmica, como pesquisadores e professores extremamente qualificados. Durante a pós-graduação, os estudantes realizam atividades de ensino, pesquisa e desenvolvimento em áreas relacionadas às ciências da saúde.

No entanto, não concede ao profissional o título de especialista. Para ser reconhecido como tal, o médico precisa cursar uma residência médica da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), órgão do Ministério da Educação (MEC), ou passar pela prova de títulos da especialidade filiada à Associação Médica Brasileira (AMB)

A pós-graduação lato sensu também é uma fonte rica de atividades que agrega, na maioria das vezes, aos pré-requisitos exigidos para a realização da prova de títulos de sociedades ligadas à AMB.

Mas e agora? Residência ou pós-graduação, qual a melhor?

Ambas as modalidades são importantes para a comunidade médica e a sociedade em geral, sendo assim, a resposta para essa questão fica a cargo do objetivo profissional. Entretanto, nada impede o médico de realizar ambas as especializações e tornar-se um profissional ainda mais qualificado.

O Grupo Educacional FACINEPE oferece uma série de cursos de pós-graduação lato sensu na área médica. Com corpo docente altamente qualificado e cursos que visam a qualificação profissional. Conheça nossos cursos, acesse facinepe.edu.br.

Website: https://facinepe.edu.br

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.