Entenda como a geladeira pode se tornar a melhor amiga da sua dieta

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

22 de dezembro de 2016 | 11h41

(DINO - 22 dez, 2016) - Quem nunca se pegou em frente a geladeira pensando no que comer? Abrir a geladeira é um hábito muito comum e que, quase sempre, resulta em um refeição. O que era apenas uma fatia de queijo se transforma em um sanduíche, acompanhado de um refrigerante, um doce, um pedacinho do jantar de ontem. A tentação é grande, mas com estas dicas, é possível transformar a geladeira em amiga da dieta.

Sem guloseimas

Fica muito difícil evitar comer porcarias quando a geladeira está cheia delas. Se você deixar de comprar e guardá-las dentro da geladeira, fica muito mais fácil resistir ao impulso. Não ter o que buscar para comer em momentos de ansiedade ou fome fora de hora é uma forma de prevenir o ganho de peso.

Ao invés das guloseimas, encha sua geladeira de frutas, legumes e verduras. Se você contar apenas com alimentos saudáveis, o consumo deles será inevitável. Além de saudáveis e ricos em nutrientes e sais minerais, estes alimentos ajudam a dar sensação de saciedade e previnem beliscos. O ideal é respeitar as porções e consumi-los com moderação, pois, em excesso, eles também podem prejudicar a dieta, sobretudo as frutas com grande quantidade de açúcar como a manga.

Conserve alimentos prontos para consumo

Às vezes, até queremos comer uma fruta ou um legume, mas temos preguiça de descascá-los ou cortá-los. É preciso deixar isso de lado. Alimentos cortados, porções pequenas de saladas de frutas, verduras lavadas e legumes ralados são um convite, já que, na maioria das vezes, pulamos a alimentação saudável por preferir alimentos industrializados, mais "práticos" e já prontos. Entretanto, é necessário ficar atento ao tempo em que estes alimentos ficam refrigerados para evitar perdas nutricionais.

Congele e planeje

Com comida congelada, fica mais fácil planejar um cardápio saudável. Ter na geladeira uma refeição previamente preparada, que fica pronta para o consumo em poucos minutos, ajuda a evitar pedido de comida delivery ou o consumo de alimentos congelados industrializados como lasanhas, empanados de frango, entre outros, que nem sempre são saudáveis.

Mexendo com o psicológico

Evite recorrer à geladeira em momentos de tédio, ansiedade ou euforia, já que o resultado na maioria das vezes será uma refeição. As alterações de humor podem comprometer a capacidade de moderação de um indivíduo. Também é importante evitar abrir a geladeira sem motivo, apenas para pensar. O hábito pode ser um convite para um lanche.

Outro ponto importante é tirar da geladeira os ímãs de deliverys, pizzarias e lanchonetes. Quando a fome ou vontade de comer aperta, a comida delivery parece ser a opção mais prática e rápida, ainda mais se a sua geladeira estiver repleta de ímãs com essa opção. Mas o serviço de entrega nem sempre oferece as opções de cardápio mais saudáveis.

Ver os resultados destas mudanças também confere motivação. Estes resultados podem ser potencializados com a ajuda de métodos naturais para emagrecimento como os remédios para emagrecer, por exemplo SlimCaps e outras marcas que podem ser facilmente encontradas na internet e casas de artigos naturais, pois atuam queimando gordura e acelerando o metabolismo. As mudanças nos hábitos de geladeira também podem acompanhar mudanças no estilo de vida como um todo, com a prática de atividades físicas, por exemplo. Estes medicamentos são tidos como termogênicos naturais, dando mais disposição a quem quer se mexer e emagrecer com mais saúde.

Mais conteúdo sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.