Especialista lista dicas para produtores de cursos on-line

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

16 de março de 2017 | 01h00

São Paulo - SP--(DINO - 03 mar, 2017) - Trabalhando há mais de 10 anos na implementação de projetos de educação, Maíra Moraes é uma das referências quando o assunto é produção de cursos on-line seja para empresas ou para instituições públicas.

Responsável pela curadoria de conteúdo da escola Presença Online, já desenhou cursos para organizações como a Unicef, Tribunais de Contas e secretarias estaduais de educação. E, para ela, toda pessoa tem potencial e conteúdo para produzir seu próprio curso on-line.

"Com a quantidade de informações, ferramentas e softwares que temos disponível atualmente, toda pessoa tem potencial para compartilhar conteúdo e atuar como educador", afirma Maíra.

Para ela, planejamento é o primeiro passo e para apoiar interessados na produção de seu próprio curso, lista os principais pontos:

1 ? Defina os objetivos

Esta é a principal parte do planejamento e para começar, sempre relembro a definição de "curso" do dicionário:

- Deslocamento no espaço; caminho, rota, percurso.

- Caminho percorrido; trajetória.

Tenha essa definição em mente quando for escrever seus objetivos: para aonde você quer levar seus alunos? Quais recursos cognitivos (saberes, capacidades, informações etc) o seu curso buscará desenvolver?

Nesta fase, recomendo leituras sobre desenvolvimento de competências. Considero o material produzido pela Universidade Sebrae uma ótima referência.

2 ? Descreva o perfil do público-alvo

Tenha clareza a quem se destina o conteúdo que você está sistematizando. Faça pesquisas sobre o perfil, o que eles estão buscando e porque têm interesse no seu conteúdo.

Após listar seu público-alvo, recomendo voltar aos objetivos e verificar se realmente estão alinhados. Nesse exercício você começa a elaborar o principal argumento de venda e engajamento de alunos: por que o público-alvo vai se interessar pelo curso?

3 ? Tenha clareza sobre os resultados esperados

Mesmo se seu curso for gratuito, há um investimento importante por parte do aluno: o tempo. Dessa forma, você precisa convencê-lo que realmente vale a pena dedicar suas horas (e, às vezes dinheiro). Deixe claro os resultados e benefícios que seu itinerário oferece. Quais as competências os alunos desenvolvem no curso? Ao fim do curso, o que estará diferente?

4 ? Detalhe o programa do conteúdo

Descreva todas as aulas que compõe o seu programa e os temas que compõem as aulas. Seja objetivo. Nessa sessão recomendo o uso de bullets para facilitar a leitura.

5 ? Construa uma boa metodologia pensando no seu público-alvo

Como será a experiência do aluno? Presencial, a distância, híbrido?

Que tipo de recursos estarão disponíveis? Videoaulas, links, artigos ou livros disponibilizados na internet? Será composto apenas de podcast?

Será mediado por uma tutoria ou autoinstrucional?

Quando desenhar a metodologia do curso é preciso que se considere os itens construídos anteriormente. Pense nos objetivos, no público-alvo, nos resultados esperados e no conteúdo que você já tem pronto e o que irá produzir.

A metodologia é resultado da costura de todos esses elementos. Lembre-se que tudo isso será disponibilizado por meio de uma plataforma, considere as potencialidades e limitações da plataforma no desenho da metodologia.

Nesta sessão defina se haverá algum sistema de avaliação. Será quizz? Envio de trabalhos?

Essa regra tem que ficar claro para seu aluno, assim como a carga-horária. Quanto tempo o aluno precisa dedicar para finalizar o curso? Considere vídeo e materiais complementares, mas deixe claro o quanto cada categoria tem de hora/aula.

Se houver certificação, defina os critérios. Podem ser: acertos em quizz, envio de trabalho final, navegação em aula.

6 ? Escolha um canal de contato com o aluno

Esse é um diferencial importante para um curso on-line.

De que forma você pode comunicar-se com o seu aluno? Minha experiência indica que não há um grande volume de interações, mas ter o canal é importante. Você pode fornecer um número de WhatsApp específico para este atendimento, optar pela gestão de um fórum na plataforma, fornecer um e-mail, marcar encontros ao vivo (Hangout) ou outra estratégia mais adequada para sua dinâmica profissional.

7 ? Atualize seu currículo

Valorize sua experiência profissional e acadêmica, além de projetos que atuou dentro do tema do seu curso. Lembre-se de utilizar as palavras-chave adequadas.

Com estas informações sistematizadas, você criou o documento de planejamento do seu curso, documento base para todos as fases seguintes de produção.

Se você tiver dúvidas sobre como escrever cada item? Conheça um exemplo no curso Usando Facebook como ferramenta de pesquisa em: http://presencaonline.com/cursos/ead/facebook-ferramenta-pesquisa/

Website: http://presencaonline.com/equipe/maira-moraes/

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.