Ferramentas de automação podem aumentar faturamento de pousadas neste fim de ano

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

20 de dezembro de 2016 | 14h49

(DINO - 20 dez, 2016) - A previsão para o fim do ano nas principais cidades turísticas brasileiras é bem otimista para as pousadas e hotéis. Segundo boletim divulgado pelo Ministério do Turismo em outubro de 2016, cerca de 84% dos visitantes brasileiros escolheram um destino nacional para viajarem nas férias e recessos de verão. Ainda de acordo com o estudo, esse é o maior índice dos últimos seis anos.

O setor hoteleiro e de pousadas no Brasil está em recuperação desde 2010, com índices de reservas subindo lentamente. Em 2008, apresentou queda no número de diárias médias como reflexo da crise econômica mundial. Mas, atualmente, com a alta do dólar, a demanda se mantém crescente em todo território nacional.

O boletim divulgado revelou que todas as faixas etárias registraram alto interesse pelas viagens dentro do Brasil, sendo a maioria adultos com idade entre 35 e 44 anos (84,4%). Em 2015, esse percentual ficava em 68,3%. Entre pessoas mais velhas ? de 45 a 60 anos e idosos com mais de 60 anos ?, a média também aumentou (de 68,7% para 77,7% e de 62,9% para 68,6%, respectivamente).

Dentre as cidades cujos residentes têm maior intenção de viagem, destacam-se Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, com 70% do fluxo turístico do Brasil. As regiões mais requisitadas, porém, são Nordeste (37,4%) e Sudeste (28,3%).

Por que as pessoas escolhem pousadas para se hospedarem

Geralmente, as pousadas são cantos aconchegantes que utilizam elementos da região em que estão instaladas, como frutas típicas, decoração e clima históricos. Pela definição do Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de hospedagem, para ser considerado como pousada, o estabelecimento deve ter até 30 apartamentos (ou chalés e bangalôs) e 90 leitos. É preciso contar ainda com recepção e serviço de alimentação, como café da manhã, almoço ou lanches rápidos.

Dependendo dos atrativos oferecidos, as pousadas podem ser mais baratas do que os hotéis e, quase 100% das vezes, contam com atendimento mais humanizado e caloroso.

Porém, para que aumentem ainda mais o número de reservas, é preciso que se modernizem e estejam sempre abertas a mudanças. "Oferecer Wi-fi, sistema de automação de portas e nobreak, por exemplo, são fundamentais em qualquer serviço de hospedagem nos dias de hoje", diz Joannes Righetto, diretor da ZIP Automação , e-commerce especializado em automação comercial.

Equipamentos de automação podem aumentar competitividade entre pousadas e hotéis

Quanto mais amenidades e facilidades o meio de hospedagem oferece aos clientes, mais estrelas ele pode ganhar, conforme o Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de hospedagem. Righetto explica, abaixo, algumas automações que podem fazer a diferença na escolha do consumidor escolher uma pousada e não outra:

Nobreak

Para que nem os funcionários nem os hóspedes sofram com quedas de energia, o Nobreak é um investimento que toda pousada deveria ter. Ele evita que os equipamentos eletrônicos sejam prejudicados pelas quedas e ainda fornece tempo para que os dados fiquem seguros.

Pin Pad

Aceitar cartão de crédito e de débito é um requisito para que a pousada suba na classificação em estrelas. O Pin Pad é a famosa maquininha de cartão e pode ser comprado, ideal para quem não quer pagar aluguel.

Leitor biométrico para portas ou cartões magnéticos

Atualmente, as pousadas e hotéis modernos aposentaram as chaves, deixando a função de abrir portas com cartões magnéticos.

Podem ser aplicados ainda, em salas de gerência ou estoque, leitor biométrico para destravar as portas, permitindo o acesso apenas de pessoas autorizadas.

Gaveta de dinheiro automática

Para aumentar a segurança de pousadas e hotéis, a gaveta automática de dinheiro é recomendada.

Chama Garçom

Em pousadas e hotéis com restaurantes que servem refeições ou bebidas a la carte, o pequeno equipamento "Chama Garçom" é recomendado.

Ele pode ser posicionado nas mesas e facilita para o consumidor na hora de solicitar o serviço de garçom.

Website: http://www.zipautomacao.com.br/

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.