GSMA lança diretório de big data de IoT para suportar o crescimento de novas soluções inovadoras da Internet das Coisas

SÃO PAULO--(BUSINESS WIRE-DINO - 24 fev, 2017) - A GSMA anunciou hoje o lançamento do "IoT Big Data API Directory", que disponibilizará conjuntos de dados harmonizados a partir de várias fontes disponíveis em todo o mundo para desenvolvedores e terceiros, permitindo-lhes criar novos serviços inovadores da Internet de Coisas (IoT). O diretório, o primeiro do gênero, destina-se a incentivar uma abordagem comum para o compartilhamento de dados que vai ajudar a IoT a atingir todo seu potencial e estimular o desenvolvimento de novos projetos associados ao transporte, meio ambiente e cidades inteligentes. As operadoras globais de telefonia móvel China Mobile, China Unicom, KT Corporation, Orange e Telefónica já implementaram soluções que lhes

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

24 de fevereiro de 2017 | 13h22

permitem compartilhar dados harmonizados de IoT. "A Internet das Coisas gera um enorme volume de dados que atualmente é mantida em silos verticais. No entanto, para que a IoT alcance todo seu potencial, esses dados precisam ser liberados e disponibilizados para desenvolvedores e terceiros", disse Alex Sinclair, diretor de Tecnologia da GSMA. "Uma abordagem comum, colaborativa e interoperável para o big data removerá as barreiras comerciais e técnicas para capitalizar a oportunidade de IoT, inaugurando uma nova era de soluções de IoT que ajudará no crescimento do mercado. Incentivamos as operadoras de telefonia móvel a colaborar com a indústria em geral para se beneficiar

com as oportunidades do big data." O diretório de big data de IoT fornece detalhes de IoT e dos conjuntos de dados de contexto que abrangem máquinas, dispositivos, automóveis, estradas, meio ambiente, casas inteligentes e agricultura. Todos os conjuntos de dados são harmonizados e podem ser visualizados no github. Uma abordagem comum para o compartilhamento de dados reduz custos e cria oportunidades para desenvolvedores, corretores de dados e provedores de

dados de IoT.

Principais operadoras móveis fornecem big data de IoT A GSMA também lançou um documento chamado "IoT Big Data Framework" para definir como as operadoras de telefonia móvel podem se aproximar da prestação de serviços de big data de IoT. Ele foi concebido para permitir que os participantes da indústria trabalhem juntos em colaboração para oferecer serviços de big data e apoiar um ecossistema de desenvolvedores de aplicativos de terceiros. As operadoras de telefonia móvel são vistas como peças fundamentais na prestação de um ecossistema de big data de IoT, embora grande parte dos dados de IoT coletados virá de uma série de parceiros provedores de dados. O documento apresenta uma estrutura para a prestação de serviços de big data de IoT que reconhece as muitas abordagens diferentes para os serviços que são oferecidos e as escolhas de tecnologia que são feitas. A arquitetura proposta oferece um grau de flexibilidade que permite que

os serviços de big data de IoT sejam oferecidos de várias maneiras.

Demonstrações do big data de IoT no Mobile World Congress 2017 A GSMA exibirá o trabalho que está sendo realizado sobre big data na IoT durante o Mobile World Congress 2017, em Barcelona ? na Innovation City (Pavilhão 4, Estande 4A30). A Telefónica demonstrará o monitoramento ambiental e como os dados de emissão de CO2 são coletados de sensores de terra e satélites em Nantes (França) e Valência (Espanha) antes de serem analisados. A Orange demonstrará como pode fornecer transporte público harmonizado, estação meteorológica e transmissão de dados de qualidade do ar com base em fontes de dados abertas, heterogêneas e anonimizadas na Índia e na França utilizando os capacitadores de código aberto FIWARE1. A KT Corporation demonstrará uma solução inteligente de cadeia de fornecimento de agricultura, um serviço de informação que fornece detalhes sobre o histórico do cultivo, status de distribuição e garantia de origem de produtos agrícolas, apoiado por um padrão internacional para intercâmbio eletrônico de dados, o GS1 (código Global Standard One ? www.gs1.org). A China Mobile demonstrará no Mobile World Congress de Xangai, em junho de 2017, como sua plataforma de big data de IoT OneNET está ajudando a monitorar e analisar fatores ambientais como a velocidade do vento, a

temperatura e a umidade na cidade chinesa de Chongqing. Para mais informações sobre o "IoT Big Data Directory" e "IoT Big Data

Framework", acesse: http://www.gsma.com/connectedliving/iot-big-data/.

CITAÇÕES DOS PARCEIROS

CHINA MOBILE "A China Mobile OneNET é uma plataforma horizontal aberta de IoT que contém as funções DMP (Device Management Platform) e AEP (Application Enablement Platform), já atendeu mais de 30 mil desenvolvedores e prestou suporte a 8 milhões de dispositivos conectados em 11 mil aplicativos de IoT até o momento. O projeto "IoT Big Data Ecosystem" da GSMA está trabalhando com a comunidade de dados de diferentes setores para que serviços, como a solução de monitoramento ambiental de ar urbano, possam ser realizados com base na plataforma OneNET e na estrutura IOT BDE", disse Qiao Hui, vice-gerente geral da China Mobile IoT Company. "O projeto oferece as vantagens da prestação de soluções de IoT em conjunto, e ajuda os nossos parceiros a entender as novas

oportunidades de negócios na indústria de IoT."

CHINA UNICOM "Uma enorme quantidade de dados relacionados com a IoT está sendo gerada pelas operadoras e por seus parceiros com o rápido crescimento dos serviços de IoT. Para explorar plenamente o valor potencial desses dados, é necessário construir um ecossistema de big data baseado na colaboração entre vários provedores de dados de IoT, grandes provedores de infraestrutura de dados, provedores de serviços analíticos de dados e consumidores de produtos de dados", disse Chihang Chen, diretor geral do Departamento de Tecnologia da China Unicom. "A iniciativa IoT Big Data da GSMA fornece uma abordagem aberta, harmonizada e interoperável para que as operadoras construam esse ecossistema. A China Unicom aproveitará esta oportunidade para colaborar com vários agentes e desenvolver o serviço de big data de IoT baseado em nossas experiências de operação,

tanto no serviço de big data quanto no serviço de IoT."

ORANGE Thierry Nagellen, diretor do Programa Big Data da Orange Labs, disse: "A criação de formatos de dados heterogêneos no mundo de IoT para compartilhar dados anônimos é possível e necessário, e nosso trabalho com FIWARE apoia uma gestão mais eficiente dos serviços municipais e oferece padrões abertos para transformar as cidades em motores de crescimento. Esta iniciativa da GSMA oferece uma oportunidade única para propor um modelo comum que pode ser regularmente melhorado. A interoperabilidade proporcionada por esta abordagem coordenada democratiza o consumo de dados de IoT através de qualquer tipo de rede e

incentivará a criação de novos serviços".

KT CORPORATION "Os serviços de IoT, tais como energia, segurança, agricultura, automóveis, casa e logística, estão se expandindo para vários setores industriais e a demanda está aumentando. Esses serviços estão evoluindo para criar novos valores, combinando dados rápidos gerados por dispositivos de IoT, vários dados da Internet e dados públicos. Além disso, a utilização multifuncional dos dados de IoT está se tornando cada vez mais importante, a fim de responder rapidamente a várias necessidades de serviços e fornecer de forma eficaz as informações exigidas por vários fornecedores de aplicativos e serviços. Esperamos que o modelo de dados harmonizado e a API de dados padrão obtidos através do "IoT Big Data Project" da GSMA desempenhem um papel fundamental para permitir um desenvolvimento de serviços mais eficiente

em resposta a essas necessidades do mercado", disse Kyung-Pyo Hong da KT.

TELEFÓNICA "O projeto IoT Big Data é uma grande iniciativa que está promovendo a criação de um ecossistema aberto e vibrante, no qual diferentes partes interessadas, vendedores de dispositivos de IoT, provedores de dados, cidades, operadoras de telefonia móvel, empresários e desenvolvedores de aplicativos trabalham juntos para criar novas oportunidades de negócios em torno de uma próxima geração de soluções de IoT. Na Telefónica, onde a IoT colabora estreitamente com a Unidade de Negócio Big Data da Telefónica ? LUCA, apoiamos plenamente o desenvolvimento do ecossistema. Estamos trabalhando ao redor de três áreas para permitir dados de IoT, bem como garantir o fluxo de dados com as melhores conectividades, garantir a segurança e integridade dos dados e fornecer capacidades

analíticas.

Nota aos editores

1www.fiware.org

Sobre a GSMA A GSMA representa os interesses das operadoras de telefonia móvel do mundo inteiro, reunindo cerca de 800 operadoras de aproximadamente 300 empresas do amplo ecossistema da tecnologia móvel, incluindo fabricantes de aparelhos e dispositivos, empresas de software, fornecedores de equipamentos e empresas de Internet, assim como organizações de setores industriais adjacentes. A GSMA também realiza os principais eventos do setor, como o Mobile World Congress, o Mobile World Congress Shanghai, Mobile World Congress para toda a América e as conferências Mobile 360

Series. Para mais informações, acesse o site corporativo da GSMA em www.gsma.com.

Siga a GSMA no Twitter: @GSMA. O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que

tem efeito legal.

- FIM ?

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.