Guia de Férias para manter seus dispositivos eletrônicos em segurança

(DINO - 27 jan, 2017) - Além do merecido descanso e dos momentos de paz com os amigos e família, uma coisa não pode ser deixada de lado durante as férias: a segurança do seu dispositivo móvel. Nessa época, com as compras do final do ano que comumente incluem novos gadgets, intensificam-se os golpes e fraudes digitais.

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

27 de janeiro de 2017 | 14h52

Diante deste cenário, listamos algumas dicas e cuidados valiosos para prevenção de ataques relacionados aos seus dispositivos eletrônicos (smartphones, notebooks, tablets etc.).

1) Antes de viajar faça uma cópia de segurança (backup) de informações importantes dos seus equipamentos. Vale lembrar que é sempre bom ter no mínimo duas cópias, uma na nuvem e outra em discos rígidos.

2) Trocou de celular? Antes de vender ou doar seu celular antigo, tenha certeza de que todos seus dados foram apagados. O melhor a fazer é restaurar o celular para as configurações originais de fábrica, apagando todo o seu conteúdo pessoal, como fotos, contas de e-mail e redes sociais.

3) Atualizar as senhas com frequência deve estar na sua lista de pendências constantemente. Troque as senhas de tempos e tempos e tenha certeza que elas não são fáceis de adivinhar, a boa prática é mesclar letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais (#, $, % ou @). Mesmo sendo trabalhoso, vale ter uma senha para cada serviço, pois isso dificulta caso você seja vítima de um hacker. Uma boa solução para te ajudar é utilizar um gerenciador de senhas.

4) Softwares sempre atualizados. Verifique se o seu dispositivo tem a versão mais recente do sistema operacional, pois normalmente elas vêm com correções de falhas de segurança que podem salvá-lo de um ataque. Não se esqueça de atualizar também os aplicativos com frequência.

5) Wi-Fi e Bluetooth merecem uma atenção especial. Evite a qualquer custo se conectar a redes de Wi-Fi públicas ou que não possuam senhas ou credenciais de acesso. Se elas não contam com a devida segurança, os dados trafegados por elas podem ser interceptados. Vale manter o bluetooth desligado para evitar expor informações pessoais a um criminoso e remova as redes sem fio anteriormente armazenadas.

6) Instale um software de segurança que inclua antivírus e firewall para evitar que algum código malicioso infecte o sistema.

7) Tome cuidado com as redes sociais. É comum divulgar fotos e check-ins de suas férias nas mídias sociais, mas essas informações podem chegar a criminosos para monitorar e usar essas informações quando você estiver longe.

8) Transações financeiras, redes sociais e serviços de e-mail devem ser totalmente evitadas em computadores públicos de conexões não seguras.

9) Configure seus aparelhos para que não iniciem uma sessão automaticamente quando detectar uma conexão na internet, isso evitará que seus dados estejam expostos em caso de redes não seguras.

10) Fique atento ao levar informação por meio de dispositivos de armazenamento removíveis ou pen drives. Em caso de conectar algum deles em equipamentos públicos, analise previamente uma solução de segurança.

11) Dispositivos seguros contam sempre com PIN ou senha para desbloquear, isso dificulta o acesso aos seus dados em caso de perda ou roubo.

*Fernando Amatte é gerente de segurança cibernética da Cipher, empresa especializada em serviços de cibersegurança.

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.