Marcos Contrucci escreve drama sobre a exclusão e amores impossíveis

Rio de Janeiro, Rj--(DINO - 20 fev, 2017) - "A Paixão Segundo os Lázaros", escrito pelo autor Marcos Contrucci, conta os amores impossíveis entre um padre e uma freira em Missão num Leprosário e o de um leproso e uma mulher sadia. Vividas no início do século XX, ao tempo da reclusão compulsória dos leprosos, as duas paixões são descritas de forma profunda tendo, como pano de fundo, uma encenação da Paixão pelos leprosos. Os personagens sem nomes, se designam por suas personas: a Freira, o Padre, o Homem, a Mulher, o Prefeito, etc., e são arrastados pelos arquétipos implícitos no drama cristão da Paixão.

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

20 de fevereiro de 2017 | 15h34

O livro é notável. A sua construção como uma paráfrase da Paixão, reforça o poder de sua narrativa, por si só de alta qualidade. O resultado desta colagem é um efeito amplificado do alcance de sua mensagem que vai diretamente ao inconsciente do leitor. Abordando temas como desigualdade, exclusão, racismo e diferenças de religiões, Contrucci escreveu um livro onde ilustrações e versos livres dão ênfase à dramaticidade do texto, apoiado por passagens bíblicas. Tais recursos trazem enorme riqueza à obra, que prende a atenção do leitor numa trama extremamente apaixonada e repleta de sensibilidade, num texto denso a ser lido de uma só vez .

"A Paixão Segundo os Lázaros" vai muito além de um romance para entretenimento: possui um texto envolvente, melancólico e intenso, carregando consigo a lição de que todos os seres humanos possuem dentro de si um Judas e um Cristo. Tal drama invade a alma de qualquer público, que com certeza mergulhará na história e nas dores dos personagens. É um livro importantíssimo tanto por sua qualidade literária inovadora quanto por sua mensagem humanista e deve merecer uma leitura atenta que há de arrastar e emocionar um grande número de leitores.

Sobre o autor:

Marcos Contrucci é engenheiro metalúrgico pela PUC-Rio, onde lecionou Tecnologia Siderúrgica e Economia de Projetos. Inventou o Processo Tecnored, em divulgação mundial. Foi pioneiro na concepção do BRT e tem extensão universitária em Astronomia. Nos anos 70 e 80 acompanhou o trabalho da psiquiatra jungiana Nise da Silveira, a quem vai dedicar esta obra e a Carlos um dos artistas internos no Hospital do Engenho de Dentro, no Rio. É casado, pai de quatro filhas e de um enteado. Tem dois netos.

Website: http://autografia.com.br/loja/a-paixao-segundo-os-lazaros/detalhes

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.