Mau desempenho escolar pode ter origem no Transtorno de Déficit de Atenção

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

16 de março de 2017 | 00h48

Natal, RN--(DINO - 15 mar, 2017) - De bases neurocomportamentais, segundo especialistas da área, o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade é caracterizado muitas vezes por um significativo quadro de desatenção, impulsividade e hiperatividade, que afetam algumas funções executivas. O portador de TDA/H, como é mais conhecido, tem sérias dificuldades no aprendizado e muitas vezes nas questões comportamentais, que deságua no mau desempenho acadêmico. Os transtornos de aprendizagem, segundo Nery Adamy Neto, psicopedagogo, pesquisador de neuroeducação e consultor educacional, podem acometer até 8% da população de estudantes de Natal. "É preocupante", diz. E não há cura, mas pode ser minimizado com estimulação neurocognitiva dessas habilidades deficitárias.

"Não existe cura para transtornos de aprendizagem. O que existe é uma melhora com as estimulações corretas. E esse é o nosso papel, aqui, no Centro de Avaliação e Estimulação Neurocognitivo e Psicopedagógico: minimizar os efeitos e potencializar as habilidades, principalmente, desenvolvendo habilidades que eles têm deficitárias, para facilitar não só na atividade escolar, mas na vida", destaca Nery, que inaugura nesta sexta-feira (17/03), às 18h30, novos espaços no Centro de Avaliação e Estimulação Neurocognitivo Psicopedagógico, localizado no Centro Empresarial Monte Parnasse, bairro de Lagoa Seca, em Natal/RN.

Ainda segundo Nery Adamy, indicadores internacionais apontam para a ocorrência dos mais variados transtornos entre 5% e 18% da população mundial. Se pensarmos assim, diz ele, teríamos no Rio Grande do Norte cerca de 86 mil estudantes com algum tipo de transtorno de aprendizagem. "A maioria dos transtornos de aprendizagem tem base genética, ou seja, a pessoa já nasce com ele. Em algumas pessoas, aparecem no período de alfabetização, em outras, desde a infância. No caso de hiperatividade, desde cedo já se consegue perceber a criança mais agitada, fora de um padrão normal, comum em crianças pequenas", explica.

INAUGURAÇÃO

Quem sofre Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, Dislexia ou Transtorno de Espectro Autista pode amenizar a situação com tratamentos no Centro de Avaliação e Estimulação Neurocognitivo Psicopedagógico, que está inaugurando novos espaços no Centro Empresarial Monte Parnasse, localizado na Avenida Presidente Quaresma, Lagoa Seca, entre o Hospital da Hapvida e a TV Ponta Negra. O coquetel de inauguração das novas salas será nesta sexta-feira (17/03), das 18h30 às 20h. "Convidamos a todos para conhecer nossos novos espaços de avaliação e estimulação de habilidades neurocognitivas e psicopedagógicas", convida o psicopedagogo, consultor educacional, palestrante e professor, Nery Adamy Neto.

Mais Informações:

99624 3339 (Nery Adamy) / www.psicopedagogiarn.com.br

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.