Mérieux NutriSciences oferece estudos de resíduos em BPL (Boas Práticas de Laboratório), conforme exigido pela ANVISA

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

16 de março de 2017 | 08h00

Piracicaba, SP--(DINO - 13 mar, 2017) - O estudo de resíduos avalia a quantidade de resíduo de um determinado produto, candidato a ser comercializado, que permanece presente no alimento a ser consumido. E a Mérieux NutriSciences oferece este estudo em BPL (Boas Práticas de Laboratório), conforme exigido pela Anvisa - órgão responsável pela avaliação toxicológica dos produtos candidatos ao registro.

De acordo com Roberto Sardinha, Gerente de Desenvolvimento e Suporte Técnico da Mérieux, o produto é aplicado na cultura a que se propõe a tratar, conforme indicações de sua respectiva bula, ou seja, seguindo dose, volume de aplicação e número de aplicações. "Após o tempo definido como intervalo de segurança, a cultura é colhida e enviada ao laboratório, onde serão realizadas as análises para determinação da quantidade residual do produto na cultura, entendendo-se por cultura a parte da planta a ser consumida. Por exemplo, ao realizar estudo de resíduo em tomate, o agrotóxico é aplicado na planta, mas somente o próprio tomate é submetido à análise".

A etapa analítica do estudo de resíduos, segundo Sardinha, "compreende a extração do ingrediente ativo do produto aplicado através de técnicas específicas, seguida da análise por técnicas modernas como cromatografia líquida acoplada ao espectrômetro de massas".

E sobre a quantidade permitida de resíduos de agrotóxicos nos alimentos, o Gerente de Desenvolvimento da Mérieux explica que para cada ingrediente ativo registrado existe um limite máximo aceitável de resíduo (LMR ? limite máximo de resíduo), preconizado nas monografias publicadas pela Anvisa. "Além do próprio ingrediente ativo os estudos de resíduos, também avaliam a presença e quantidade dos metabólitos considerados toxicologicamente relevantes. Os limites máximos de resíduos do ingrediente ativo e seus metabólitos são estabelecidos com base nos estudos de metabolismo em planta, que são realizados pelas empresas durante o processo de desenvolvimento das substâncias, assim como nos dados toxicológicos determinados para tais substâncias".

Alguns documentos definem a quantidade de resíduos permitida nos alimentos, como as monografias da Anvisa, por exemplo.

Sobre a Mérieux NutriSciences

Parte do Instituto Mérieux, a Mérieux NutriSciences dedica-se a proteger a saúde dos consumidores em todo o mundo, oferecendo uma ampla gama de testes e serviços de consultoria para a indústria alimentar e de nutrição, agroquímica, farmacêutica e cosmética.

Website: http://www.merieuxnutrisciences.com.br/br/por

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.