Novo Mundo aposta em aplicativo para potencializar programa de educação profissional

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

14 de março de 2017 | 16h48

São Paulo--(DINO - 14 mar, 2017) - A Novo Mundo, rede de varejo atuante no centro-norte nacional, aposta no aplicativo para melhorar a qualidade no atendimento em suas lojas e intensificar o processo de desenvolvimento dos seus colaboradores. A nova ferramenta, desenvolvida pela Woli, empresa referência continental em treinamentos corporativos à distância, permite que o aluno tenha acesso aos cursos e plataformas de capacitação direto de seu tablet ou smartphone.

O colaborador baixa o aplicativo da Universidade Corporativa Uni Mundo e tem acesso a conteúdos de capacitação e desenvolvimento pessoal, escolhidos pela empresa. O programa criado pela Woli ainda permite que a Universidade Corporativa faça a avaliação do conhecimento e reação em tempo real.

"A educação profissional é parte da cultura organizacional da Novo Mundo. Esse é nosso diferencial. O aplicativo é dinâmico, acessível e rápido, o que facilita a comunicação direta com nossa rede de colaboradores", comenta Antônio Teodoro, gerente de recursos humanos da empresa.

Além de rápida e moderna, a ferramenta também é econômica, pois dispensa gastos com estrutura física e deslocamento de funcionários.

"A economia financeira pode chegar a até 70% quando se dispensa a estrutura física. Outro benefício está no fato do funcionário não precisar abandonar seu posto de trabalho para realizar o treinamento, ele tem a oportunidade de aplicar imediatamente o que foi absorvido, aumentando a produtividade", comenta Wagner Oliveira, diretor da Woli.

São diversos cursos oferecidos pela Novo Mundo a seus colaboradores. A empresa registrou mais de mil acessos, somente em janeiro deste ano. O curso "A arte de falar em público", é o campeão de adesão até o momento.

Website: http://www.woli.com.br/

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.