Oportunidades no setor farmacêutico em 2017

São Paulo, SP--(DINO - 24 jan, 2017) - Por Kali Nardino

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

24 de janeiro de 2017 | 18h04

De acordo com a ABRAFARMA (Associação Brasileira das Redes de Farmácias e Drogarias) a indústria farmacêutica driblou a crise econômica e cresceu aproximadamente 12,55% no ano passado, mesmo diante de um cenário desfavorável, com o número de desempregados batendo recorde.

Segundo alguns especialistas do ramo, esta tendência positiva pode ser esperada também em 2017, com crescimento de vendas (em unidades) acima da inflação, e em relação ao faturamento (R$) deve ser um pouco menor, pois a elevação dos preços deve ser conservadora, justamente pela crise instalada.

É claro que o retorno do crescimento econômico do Brasil é um fator extremamente importante para que o setor possa resgatar o patamar de crescimento dos anos anteriores, porém, mesmo diante de um momento tão complexo, a saúde e o bem-estar são prioridades que o brasileiro não abre mão, o que faz com que o potencial de consumo no país, no setor farmacêutico, seja ainda elevado.

Dentro deste mercado há algumas categorias que podem apresentar uma grande oportunidade de crescimento, tais como os Nutracêuticos, produtos dos segmentos Fitness/Wellness Nutrition. De acordo com o relatório publicado pela Markets and Markets, há estimativa é que a venda poderá saltar de $23,8 bilhões (2013) para $33,6 bilhões em 2018. Já o mercado de fitness, segundo dados de pesquisa da Euromonitor, deve movimentar R$ 27 bilhões até 2020 no Brasil.

A Euromonitor também apontou que o mercado de suplementos alimentares no Brasil gira em torno de US$ 400 milhões, e dentro deste valor US$ 13 milhões são destinados a suplementos voltados especificamente para a beleza. As farmácias ainda precisam evoluir com a forma de trabalhar corretamente com esta categoria, mas é fato que se houver empenho na gestão destes itens, há grande oportunidade de crescimento,

Diferentemente dos medicamentos, os produtos para Fitness/Wellness Nutrition não possuem preços controlados pelo governo, deixando assim uma liberdade para trabalhar as margens e, desta forma, contribuir com a rentabilidade e lucratividade dos pontos de vendas!

Há diversas formas de enfrentar a crise e, para que 2017 seja um ano repleto de oportunidades positivas, uma boa aposta deve ser feita nos Nutracêuticos, ou seja, nas cápsulas, bebidas e alimentos, com associações de vitaminas e minerais ou outros ingredientes naturais. Quem investir nestes itens poderá ter boas surpresas no caixa, desde que seja feita a lição de casa com uma boa gestão de categoria, aliada a um treinamento constante e adequado para os funcionários dos pontos de venda.

Serviço:

Sobre Kali Nardino: Formado em Farmácia, é especialista em Marketing e atua há mais de 20 anos no mercado farmacêutico, com foco em bens de consumo (produtos para saúde, qualidade de vida e bem-estar). Sócio proprietário da Webmoven Agência de Marketing Digital e Key Account Manager das marcas Smart Life, Nature Lab e Cell Force, atua também como consultor e palestrante.

Website: http://www.linkedin.com/in/kalinardino

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.