Os bastidores das lojas mais inovadoras de Nova York com o Grupo GS& - Gouvêa de Souza

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

14 de dezembro de 2016 | 14h13

São Paulo, SP--(DINO - 14 dez, 2016) - Realidade Virtual, Internet das Coisas, Personalização, Experimentação e Ativação Digital mostram que o futuro já chegou, pelo menos, às ruas de Nova York (EUA). Grandes marcas estão apostando suas fichas em lojas conceituais que aliam tecnologia, experiência, estratégia multicanal e muita inovação. Nem parece que a economia americana viveu recentemente um profundo período de retração.

Um bom exemplo para o mercado brasileiro, que para acelerar a retomada da economia no país precisa aprender a investir em inovação. Segundo ranking de competitividade do Fórum Econômico Mundial, o Brasil atingiu, em 2016, seu pior desempenho nos últimos 20 anos, ficando na 81ª posição. Das 12 categorias analisadas, a crise econômica influenciou também o grau de Inovação, que caiu da 84ª posição para o 100º lugar em 2016.

Caçadores De Tendências

Esse foi o ponto de partida para que o time de especialistas do Grupo GS& - Gouvêa de Souza, referência em Varejo e Consumo, desembarcasse em Nova York (EUA) em setembro deste ano rumo a uma verdadeira caçada aos conceitos mais inovadores no epicentro de tendências do varejo mundial.

"Foram cinco dias, muitas horas e visitas que permitiram antecipar movimentos importantes sobre o que tem acontecido no varejo como um todo, especialmente nessa fase de recuperação das vendas, depois do período crítico que vivenciaram", destaca Marcos Gouvêa de Souza, diretor-geral do Grupo GS& - Gouvêa de Souza.

Com o intuito de identificar as melhores práticas que possam contribuir para que o mercado brasileiro se renove em busca da retomada econômica em 2017, mais de 600 estabelecimentos foram analisados, considerando-se desde práticas de gestão, jornada de consumo, ativação digital, tendências de mercado e potencial de inovação.

Os bastidores da Apple Store

Pela primeira vez, um grupo de empresários brasileiros conhecerá a operação estratégica por trás da loja da Apple, que é reconhecida como uma das empresas mais inovadoras do mundo. A delegação da GS&MD será guiada pela equipe local e um dos principais executivos brasileiros da Apple Brasil nos dois mais recentes endereços da marca da maçã em Nova York: a loja do edifício Oculus do World Trade Center, inaugurada em agosto de 2016, e a loja de Williamsburg, no Brooklin, inaugurada em julho deste ano. No final da visita ainda haverá um encontro com os experts de varejo da Apple, que falarão sobre os bastidores do modelo de negócio que revolucionou o conceito da loja física.

Além da Apple Store, cerca de 20 lojas foram selecionadas e farão parte da programação de visitas técnicas que a GS&MD ? Gouvêa de Souza promove junto a empresários e varejistas brasileiros nos dias que antecedem o maior evento de varejo do mundo, o NRF Retail´s Big Show, que acontecerá entre os dias 15 e 18 de janeiro de 2017, em Nova York (EUA).

Serão dois roteiros, um dedicado a operações e tendências para o setor de Food Service, com a curadoria de Alexandre Machado, sócio-diretor da GS&Consult, e Eduardo Yamashita, diretor da GS&Inteligência, e outro com cases que reforçam o conceito de Experiência 5.0, com a curadoria de Alexandre van Beeck, sócio-diretor da GS&Consult, e Luiz Alberto Marinho, sócio-diretor da GS&BW.

Experiência 5.0

A maior loja da marca de artigos esportivos The North Face no mundo, recém-inaugurada na Quinta Avenida, também faz parte do roteiro. Com mais de 6 mil m², oferece linhas exclusivas para o consumidor nova-iorquino, customização de produtos e experiências dentro da loja que recriam os ambientes externos e entregam um "gostinho" de aventura aos consumidores.

Mas não são somente as grandes marcas que podem trazer insights para os empresários brasileiros. A sueca Nudie Jeans aposta todas as suas fichas na sustentabilidade e propõe educar seus consumidores a reciclar o jeans usado, incentivando o consumo consciente, oferecendo uma estação de reparos gratuitos dentro da loja. Se, mesmo assim, o cliente não quiser mais a peça, pode devolver o jeans para a loja e ganha 20% de desconto na próxima compra. Já o jeans velho será reciclado e revendido. Aliás, pesquisa recente divulgada pela Euromonitor International apontou que temas como Sustentabilidade e Consumo Consciente estão guiando as escolhas dos consumidores, especialmente dos Millennials.

Food Service

Parece um mercado, mas não é! No Brooklin Kitchen, o próprio CEO do negócio, Harry Rosenblum, irá apresentar o conceito da loja que tem como premissa fazer o cliente cozinhar e, para isso, reúne os melhores insumos (sempre priorizando produtores locais e alimentos orgânicos), os equipamentos certos e aulas de culinária, para que os clientes se encontrem e cozinhem dentro da própria loja.

Outra parada obrigatória será na Kola House, idealizada para aproximar a marca Pepsi aos exigentes Millenials, oferecendo experiências gastronômicas, com curadoria de um chef renomado, e ações culturais (envolvendo arte, música, moda e lifestyle).

Imersão no varejo norte-americano

Ao todo, serão dois dias de imersão no varejo norte-americano, onde visitarão outras lojas como Pirch, Eataly WTC, Public Factory, Sonos. E, para fechar a programação, um bate-papo para consolidar todo o novo conhecimento no escritório do Facebook em Nova York. "Dando continuidade à aliança estabelecida entre o Grupo GS& - Gouvêa de Souza e o Facebook, durante o Latam Retail Show, a delegação brasileira será recebida na sede nova-iorquina da empresa por um dos principais líderes da sua área de Retail, que apresentará as principais tendências e aplicabilidade das ferramentas do Facebook para soluções de negócios do varejo, como o uso de chatbots no atendimento aos clientes", destaca Marcelo Toledo, CEO da GS&MD ? Eventos & Conteúdo, responsável pela programação do Grupo GS& - Gouvêa de Souza na NRF 2017.

Saiba mais sobre a Delegação GS&MD na NRF 2017: www.gsmdnrf.com.br

Website: http://www.gsmd.com.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.