Os efeitos da inadimplência no caixa das empresas

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

16 de março de 2017 | 04h16

São Paulo, SP--(DINO - 03 mar, 2017) - As empresas descobriram que os créditos inadimplentes impactam negativamente o caixa e trazem alívio financeiro quando bem gerenciados e recuperados pelos departamentos de contas a receber. A afirmação é óbvia, no entanto, não é o que se observa frequentemente no mercado. Empresas de diferentes tamanhos e setores, por vezes, lidam de forma inadequada com seus recebíveis, sem um efetivo acompanhamento e relacionamento com os clientes.

Quando uma empresa vende produtos e serviços concedendo prazo para pagamento, ela responde pelo risco de não receber o dinheiro devido pelo cliente, afetando o caixa e investimentos, além de fomentar o estoque de créditos inadimplentes. Os créditos inadimplentes aparecem nos demonstrativos financeiros como contas redutoras de ativos, pela provisão para créditos de liquidação duvidosa, impactando o desempenho financeiro das empresas.

Ocorre que o inadequado acompanhamento dos clientes pelas empresas se justifica, frequentemente, pela carência de procedimentos e ferramentas modernas. Neste sentido, o atual ambiente de inovação tecnológica é particularmente favorável para o setor financeiro, que observa novas soluções e recursos de gestão até então não disponíveis, que agora são oferecidas pelas Fintechs. Sistemas de gestão de recebíveis e carteiras de créditos inadimplentes, como o BWCS (Business Web Collect System), oferecem, na nuvem e como serviço (SaaS), recursos avançados e completos de gerenciamento de carteiras, e tem conquistado departamentos de grandes empresas que buscam soluções especialistas que se comunicam com os sistemas ERPs existentes.

O doutor em finanças pela FGV e fornecedor do sistema de gestão BWCS, Pedro Bono Milan, destaca ser comum encontrar empresas que apresentam uma gestão pouco eficiente de seus recebíveis, e quando percebem como a ferramenta pode ajudar as finanças da empresa, passam a encarar a relação com seus clientes inadimplentes de forma harmônica e agradável. O profissional afirma que isso só é possível pelos diversos canais existentes de relacionamento com os clientes, a exemplo do autoatendimento, um ambiente personalizável que as empresas podem oferecer aos clientes inadimplentes para o pagamento de faturas e solução de dívidas de forma rápida e independente.

Website: http://www.bwcs.com.br

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.