Overtraining: saiba como aliviar dores musculares causadas pelo excesso de treinos

São Paulo - SP--(DINO - 16 fev, 2017) - O verão está aí e, nesta época do ano, é comum correr atrás do prejuízo para eliminar os quilinhos a mais. A poucas semanas do Carnaval, as academias ficam lotadas de atletas e também de iniciantes na atividade física.

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

16 de fevereiro de 2017 | 16h46

No entanto, praticar qualquer tipo de exercício físico requer o acompanhamento de um profissional especializado, que poderá indicar o melhor treino para cada caso específico, além de evitar a sobrecarga no corpo causada pelo excesso de treinos: o chamado "overtraining".

O fisioterapeuta e especialista em dor, Dr. Arthur Padão Gosling, explica por que sentimos dor quando iniciamos uma atividade física após um período sedentário ou quando "pegamos pesado" no treino. "A dor pode ocorrer por diversos fatores, como microlesões musculares, acúmulo de ácido lático, fadiga muscular ou, até mesmo, a sensibilização do sistema nervoso".

Segundo o médico, algumas pessoas insistem em se exercitar além da conta, com o objetivo de perder peso rapidamente, na busca por um corpo "perfeito". "Começam a correr uma maratona em três meses, treinando como os militares ou seguindo exemplos das mídias sociais", alerta.

Gosling afirma, ainda, que a dor não suficientemente intensa não é motivo para interromper a atividade física, pois ela pode aparecer até em exercícios mais leves. "Para iniciantes, treinos aeróbicos são uma boa pedida, como caminhar e andar de bicicleta, além de ginástica, pilates e treinamento funcional, que trabalham vários grupos musculares. Cargas mais pesadas, alta velocidade, treino de flexibilidade e exercícios aeróbicos mais intensos tendem a provocar dor muscular e lesão em pessoas sedentárias".

Nova tecnologia para dores

Para quem deseja treinar sem sentir dores ou minimizar o desconforto gerado pelas dores musculares, que frequentemente aparecem nos treinos, uma nova tecnologia acaba de chegar ao mercado brasileiro. Conhecido como Helical, o disco de silicone com nanotubos de carbono é aplicado sobre a pele. Ao entrar em contato com o músculo tensionado, absorve ondas eletromagnéticas, gerando energia térmica e o relaxamento da musculatura.

O dispositivo é ideal para pessoas que fazem exercícios físicos regularmente, pois alivia e pode, até mesmo, prevenir o surgimento de dores musculares sem prejudicar os treinos.

Profissionais da saúde de diversas especialidades, que tiveram contato com o Helical, consideram a tecnologia uma boa alternativa para o alívio das dores musculares, pois os tratamentos não farmacológicos são geralmente considerados seguros e apresentam efeitos adversos mínimos. O Dr. Arthur Pavão concorda. "Métodos como o Helical parecem promissores em ajudar o paciente a ter mais controle sobre a dor muscular tardia bem localizada", conclui.

Website: http://www.helicaldobrasil.com.br

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.