Pai fundador da Web of Science da Clarivate Analytics, Dr. Eugene Garfield, morre aos 91 anos

Pai fundador da Web of Science da Clarivate Analytics, Dr. Eugene Garfield, morre aos 91 anos Um pioneiro na área da indexação e análise de citações, Garfield causou um impacto duradouro nas pesquisas cientifica, médica e acadêmica PR Newswire FILADÉLFIA, 28 de fevereiro de 2017

Por PR NEWSWIRE

28 de fevereiro de 2017 | 15h04

FILADÉLFIA, 28 de fevereiro de 2017 /PRNewswire/ -- A Clarivate Analytics registra o falecimento de um de seus pais fundadores, Dr. Eugene Garfield, e agradece por sua contribuição à ciência da informação, a serviço da pesquisa científica e acadêmica. Um pioneiro na prática da análise de citações, através do desenvolvimento de um sistema de indexação que revolucionou o modo como os pesquisadores trabalham com a literatura, Garfield morreu repentinamente em 26 de fevereiro.

A indexação de citações foi inicialmente criada para a recuperação de informações, mas ela também forneceu dados para avaliação do impacto de um determinado trabalho de pesquisa, com base em quão frequentemente o trabalho aparecia em notas de rodapé ? ou era citado ? por outros pesquisadores. O desenvolvimento da análise de citação e infométrica de Garfield levaram ao desenvolvimento de diversos bancos de dados de citação, incluindo Web of Science?, da Clarivate Analytics, e Journal Citation Reports, que informa fatores de impacto e outros dados de citações para milhares de publicações acadêmicas.

Em 1964, o Instituto de Informação Científica, a organização que Garfield originalmente fundou e a precursora da Clarivate Analytics, lançou o primeiro Índice de Citações Científicas. Este recurso registrou os conteúdos bibliográficos e de citações das publicações mais influentes do mundo, permitindo que os usuários seguissem links de citações para encontrar as pesquisas especializadas mais relevantes para seu trabalho. 

Atualmente incorporada e grandemente ampliada na Web of Science online, a invenção original de Garfield continua a servir como um guia confiável e eficiente para o vasto mundo da pesquisa. As estatísticas do corpo de citações da Web of Science, documentando as pesquisas mais influentes em qualquer área como diretamente julgadas pelos próprios pesquisadores, oferece a base para avaliação e comparação do desempenho em pesquisas de pessoas, instituições, nações e regiões.

"É com profunda tristeza que registramos o falecimento do Dr. Eugene Garfield", disse Jay Nadler, CEO, Clarivate Analytics. "O trabalho do Dr. Garfield formatou o modo como as pesquisas são acessadas e avaliadas em todo o mundo. Nós o homenageamos pela contribuição que deu à pesquisa, e à nossa organização, como um colega, amigo e líder visionário. Como a Clarivate Analytics, nós continuaremos a inovar com o espírito que o Dr. Garfield encarnou  em seu trabalho inédito em ciência da informação".

Clarivate Analytics

A Clarivate? Analytics acelera o passo da inovação ao fornecer insights e analítica confiáveis para clientes de todo o mundo, permitindo que mais rapidamente descubram, protejam e comercializem novas idéias.  Anteriormente a empresa de ciência e propriedade intelectual da Thomson Reuters, nós possuímos e operamos, com base em assinatura, uma coleção de importantes empresas, focadas em pesquisa científica e acadêmica, analítica de patente e padrões regulatórios, inteligência biotecnológica e farmacêutica, proteção de marca registrada, proteção de domínio de marca e gestão de propriedade intelectual. A Clarivate? Analytics é agora uma empresa independente com mais de 4.000 empregados, operando em mais de 100 países e possui marcas bem conhecidas, que incluem Web of Science?, Cortellis?, Thomson Innovation?, Derwent World Patents Index?, CompuMark?, MarkMonitor® e Techstreet?, entre outras. Para mais informações, por favor, visite Clarivate.com.

Foto - http://mma.prnewswire.com/media/472644/Clarivate_Analytics_Dr_Eugene_Garfield.jpg

 

FONTE Clarivate Analytics

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.