Pesquisa mostra que a participação da mão de obra de mulheres nas empresas de energias renováveis é maior que na indústria convencional

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

03 de janeiro de 2017 | 11h36

Jundiaí - SP--(DINO - 03 jan, 2017) - São escassos os dados separando por gênero os empregados do setor de energias renováveis. Mas recentemente a IRENA ? Agência Internacional de Energia Renovável, (International Renewable Energy Agency) elaborou uma pesquisa com a participação de 90 empresas no setor de energias renováveis, de mais de 40 países, representando toda a cadeia de valor do sector, incluindo, fabricação, instalação, operações e manutenção e consultoria.

A pesquisa detectou que as mulheres representam em média 35% da força de trabalho. Isto é um dado significativo, considerando que as mulheres só representam entre 20 a 25% da mão de obra no setor da indústria de energia.

O fato principal é que em um setor novo e em rápido crescimento, as oportunidades são enormes para que as mulheres ganhem grande representatividade na alta administração. A indústria solar nos Estados Unidos, por exemplo, relata um aumento no número de mulheres de 19% em 2013 para 24% em 2015.

Segundo Thomas Kraus, diretor geral da Enerray do Brasil, empresa especializada em energia fotovoltaica, subsidiária da SECI Energia da Itália (Gruppo Industriale Maccaferri), as mulheres que têm empregado, direta e indiretamente, tem contribuído bastante na construção das usinas de energia fotovoltaicas que a Enerray está atuando. "Parece que esse novo segmento tem atraído cada vez mais mulheres, todas com excelente formação e compromisso com seus cargos" complementa Kraus.

A Enerray está construindo duas obras no interior da Bahia, que juntas irão gerar mais de 350 GWp e uma produção anual está estimada em 700 GWh. A maior delas está em uma área de 550 hectares e já foram cravadas aproximadamente 60.000 estacas de fixação dos 102.000 painéis fotovoltaicos o que significa a instalação de aproximadamente 50MWp. A expectativa é de que 780 empregos sejam criados diretamente durante a construção e cerca de 20 outros durante a operação e manutenção. Só no canteiro de obras, estão alojadas 200 pessoas e são servidas mais de 2.000 refeições por dia.

Website: http://www.enerray.com/br/

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.