Pipooh realiza campanha para doação de fraldas para grávida refugiada da Síria

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

02 de janeiro de 2017 | 11h01

(DINO - 02 jan, 2017) - A guerra da Síria que vem se arrastando desde 2011, já é recorde com mais de 21,3 milhões de refugiados, pessoas que foram obrigadas a deixarem suas casas em busca de sobrevivência, segundo dados do Acnur, a agência da ONU para refugiados.

O Brasil deu um passo bem positivo neste cenário, concedendo vistos humanitários e um programa para acolher estas pessoas no país. Apesar de um programa e a facilidade destas pessoas entrarem no país o número ainda não é grande, tendo aproximadamente 8.863 de refugiados reconhecidos segundo último dado fornecido (abril/2016). Alguns dos motivos da baixa procura é a distância, alto custo de transporte e a baixa inclusão social com a falta de empregos, saúde e educação.

Acompanhando estas dificuldades a Roberta Elias, uma cidadã que há alguns meses se dispõe a ajudar um grupo de 27 famílias de refugiados que fica localizado em Guarulhos, São Paulo. Ela realiza captações de suprimentos, exames médicos e outros materiais para ajudar estas famílias. Uma das refugiadas Alkeshen está grávida de 8 meses de uma menininha e não possui todos os itens necessários para o nascimento e crescimento do bebê. A Roberta Elias vem buscando doações de fraldas, roupinhas e utensílios.

Com a dificuldade de muitas pessoas realizarem esta doação com depósitos em conta e etc ela identificou a necessidade de buscar uma empresa idônea que a ajudasse com esta captação destas doações. Buscou a empresa Pipooh, uma empresa que realiza chá fraldas virtuais, da qual foi muito receptiva ao projeto, onde todos podem doar no site e a Pipooh vai administrar financeiramente todas as doações e no término da campanha março/2017 o volume total em doações serão convertidos em fraldas para Alkeshen sem nenhum lucro por parte da empresa, além de uma adição de unidades de fraldas como doação para a bebê.

O objetivo desta campanha é que a mamãe obtenha pelo menos 1 ano de fraldas para a criança, pois será um período importante para as famílias de recolocarem socialmente e retomarem as suas vidas agora no Brasil.

Como funciona:

1 - compra qualquer fralda no link doar, o valor das fraldas deste link é o valor padrão de venda do site;

2 - todas as compras serão revertidas em valores monetários;

3 - o valor total monetário serão retirados os percentuais de lucro da empresa para a compra das fraldas junto aos fornecedores da empresa, o que gerará uma soma de unidades de fraldas maior que a obtida em doações.

4 - o Pipooh fará a entrega para a mamãe de acordo com o crescimento e o desenvolvimento do bebê mensalmente.

Website: http://www.chafralda.com/loja20

Tudo o que sabemos sobre:
ReleasesSíriaAcnurBrasilSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.