Planos de saúde como escolher e contratar um bom plano para não ter surpresas

Itapeva MG--(DINO - 22 fev, 2017) - Atualmente, ter um bom plano de saúde pode te ajudar muito em momentos de necessidade, já que nem sempre é possível contar com a saúde pública no Brasil. Por isso é comum vermos diversas operadoras, com uma grande variedade de planos, taxas, coberturas e adicionais, e conhecer bem essas ofertas é fundamental na hora da escolha.

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

22 de fevereiro de 2017 | 16h50

É preciso saber exatamente o que se espera com o plano, o que você deseja que ele cubra, o quanto você pode gastar com ele, quem mais se beneficiará com seu plano, e pensando nisso criamos um pequeno guia, para você se preparar antes de assinar um contrato.

Plano de saúde como escolher

O plano

O primeiro passo é avaliar e decidir se o plano será individual ou familiar. Defina o número de pessoas que farão parte do plano, suas idades, locais onde deseja ser atendido, os tipos de atendimento e o quanto está disposto a pagar por mês.

Escolha por um plano que se adeque as suas necessidades: ambulatorial, hospitalar, com obstetrícia e/ou odontológico. Não esqueça, se escolher hospitalar, de definir suas acomodações entre quarto particular ou enfermaria.

A mensalidade

É importante saber que diferentes faixas de idade e a escolha dos serviços irão definir o preço final do seu plano de saúde. A modalidade mais comum de cobrança é a fixa mensal, onde um valor é definido e pago todo mês, independente de você ter usado ou não. Também existem planos que diminuem o preço fixo mensal, e cobram adicionais de acordo com os atendimentos realizados no mês, como consultas, exames ou internações. Esta modalidade se chama coparticipação.

Rede e abrangência

Há a possibilidade de escolher a abrangência de atendimento no seu plano, que pode ser municipal, estadual ou nacional, entre algumas outras opções de acordo com a operadora. Pense bem nesta questão. Se você tem o costume de viajar, é interessante contratar um plano com maior cobertura.

Não se esqueça de informar-se sobre a rede credenciada de hospitais, clínicas, laboratórios e profissionais com antecedência, evite surpresas.

Doença pré-existente

Como nenhuma operadora pode recusar um cliente, ao declarar uma doença que você tenha no momento de contratar um plano, ela irá oferecer duas opções: suspender o atendimento de alguns procedimentos relacionados à doença que você declarou por até dois anos ou acrescentar um valor direto na mensalidade para que todos os atendimentos estejam disponíveis, inclusive os relacionados a essa doença.

Boletos e senhas

Saiba exatamente como os boletos lhe serão enviados, como funciona o reembolso, como obter senhas para atendimentos e o acesso à rede credenciada. Não perca tempo com pesquisas quando estiver precisando do serviço.

Pesquise sobre a operadora

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) tem uma série de informações e dados sobre as operadoras, tudo disponibilizado de forma gratuita em seu site. Lá você encontra um ranking das operadoras, que são avaliadas com base em aspectos econômicos, operacionais e de qualidade. Também fica disponível uma lista com planos que foram suspensos, assim você sabe qual não contratar caso lhe seja oferecido.

Pesquise a relação dos clientes que ela já tem, e veja o que eles têm a dizer, se ela tem um índice muito grande de reclamações, etc. Procure possíveis problemas financeiros da operadora, se está em processo de falência, se é boa pagadora e está em dia com o SUS. E tenha certeza se a rede credenciada é de qualidade, se oferece hospitais e clínicas de excelência.

Leia e tire dúvidas

Após decidir as suas necessidades com o plano de saúde, pesquisar uma boa operadora, chegou a hora de assinar os papéis. Leia o contrato inteiro, com muita atenção, e tire toda e qualquer dúvida que possa surgir.

Fonte:https://www.saudeamesa.com.br/planos-de-saude-como-escolher-e-contratar-um-bom-plano/658/

Website: https://www.saudeamesa.com.br

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.