Reeducação alimentar para diminuir o colesterol

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

26 Dezembro 2016 | 09h52

(DINO - 26 dez, 2016) - A reeducação alimentar para diminuir o colesterol exige determinação e disposição para mudar hábitos. É importante estar ciente de que a nova forma de se alimentar deve levar cerca de 6 semanas para se tornar um hábito. Para começar a reeducação alimentar, é necessário descobrir quais são os erros da alimentação do indivíduo, definindo quais serão os acertos necessários para ingerir todos os nutrientes necessários com uma menor quantidade de calorias, açúcar e principalmente, gorduras.

Identificar os erros alimentares

É necessário ter consciência do que se está fazendo de errado. Por isso, uma boa dica é anotar tudo o que comer, fazendo um diário alimentar. Neste diário, anote tudo o que come, inclusive as quantidades, durante pelo menos 7 dias. É interessante anotar também as emoções durante as refeições, ou seja, se comeu porque estava com fome, sede, alegre, triste ou porque simplesmente estava à sua frente e comeu mesmo sem fome.

Alimentação adequada

Mais do que saber o que comeu, é preciso analisar a qualidade e as quantidades dos alimentos. É preciso também dar um ritmo à alimentação, comendo de 3 em 3 horas. Também é muito importante ingerir bastante água (pelo menos 2 litros) e comer frutas, legumes e verduras diariamente. Tenha em mente que substituir um mau hábito de cada vez é muito mais fácil do que uma mudança drástica, portanto, tome seu tempo.

Se, após analisar o diário, descobrir que não come frutas o suficiente, experimente levar 1 fruta para o trabalho ou para a faculdade e comer todos os dias, na primeira semana. Em breve, isso se tornará um hábito. Se não consegue se alimentar a cada 3 horas, diminua a quantidade das refeições. Se comemos demais na refeição anterior, não temos fome 3 horas depois.

Se você não come legumes, nem salada regularmente, experimente comer um legume ou verdura diferente por dia. Isso ajuda a variar as refeições, já que existe uma grande variedade destes alimentos no mercado ou na feira. Além disso, a descoberta de novos sabores é divertida e pode ser estimulante. É importante também restringir as gorduras para melhorar o colesterol.

Planeje as refeições

Planejar as refeições ajuda a saber o que se está comendo, como aquilo foi feito e a escolher melhor aquilo que vai comer. Pense no que irá comer amanhã ainda hoje e já deixe tudo preparado para o dia seguinte. Esse hábito também ajuda a comer mais legumes e frutas, pois, tê-los já descascados e cortados os torna mais atrativos do que lanches industrializados.

Levar uma marmita para o trabalho, além de ser mais econômico, ajuda a escolher melhor as refeições, o que nem sempre é possível ao comer fora, num bar ou restaurante. Para facilitar, faça um cardápio semanal. Anote tudo o que consumir, os horários e as quantidades e veja semanalmente como está o processo da reeducação alimentar. O objetivo dessa medida é diminuir a quantidade de gordura que ingere, inclusive nos finais de semana.

Durante o processo da reeducação, pode ser necessário uma ajuda a mais. Por isso, combine todas as recomendações acima com o uso de um termogênico natural, como SlimCaps.

Mais conteúdo sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.