Saiba mais sobre o IMC e como calculá-lo

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

22 Dezembro 2016 | 11h44

(DINO - 22 dez, 2016) - O IMC, o Índice de Massa Corporal, é utilizado com frequência em pesquisas científicas, consultórios médicos e reportagens de revistas ou televisão para avaliar a relação do peso com a altura de um indivíduo. O IMC é uma informação importante e sua implicação deve ser conhecida. Por isso, antes de começar a utilizá-lo como um parâmetro para o controle do peso, é importante entendê-lo.

O IMC é um padrão mundial de risco para a obesidade e foi criado para avaliar o risco do aumento de peso em estudos populacionais. Ou seja, a avaliação do IMC é mais confiável quando avaliamos vários índices de grupos populacionais do que quando utilizamos seu resultado para avaliar um indivíduo apenas, já que a análise individual sofre influência de vários outros fatores externos.

Percentual de gordura corporal

O IMC não é tão efetivo para calcular o risco de obesidade em indivíduos, já que a obesidade, em termos científicos, é o aumento de gordura corporal total em um indivíduo. Apenas o cálculo do índice não é determinante porque a obesidade depende de vários outros fatores. Um indivíduo só poderá ser chamado de obeso se tiver o percentual de gordura corporal acima dos níveis recomendados pela Organização Mundial de Saúde.

É importante lembrar que o IMC é uma fórmula que utiliza somente o peso e a altura, não avaliando o percentual de gordura corporal do indivíduo, e, portanto, pode nos revelar um resultado falso ou positivo para a obesidade após o cálculo. Assim, o recomendável é consultar-se com um médico que avaliará não só o IMC, mas também o percentual de gordura corporal individualmente.

Pessoas saudáveis podem ter IMC alto

Pessoas saudáveis podem ter IMC elevado justamente porque, apenas com o seu cálculo, não é possível saber o percentual de gordura corporal. Como este índice não diferencia o que é considerado massa magra ou massa gorda, é possível que um IMC elevado possa ser o resultado de uma grande quantidade de massa muscular ou de acúmulo hídrico, como acontece com pessoas extremamente musculosas, ou com grande edema corporal respectivamente.

De certo, o IMC também é capaz de ser elevado para pessoas que têm alto percentual de gordura corporal, mas seu resultado deve ser cruzado com outras medidas corporais e exames clínicos que comprovem a existência da obesidade. Portanto, o IMC não consegue sozinho dar o resultado real sobre a composição corporal, já que também não distingue o que é massa muscular, água, massa óssea e massa gordurosa.

Como descobrir o sobrepeso

A preocupação não deve ser apenas com o peso, mas também com a saúde. A única maneira de ter resultados fiéis sobre ambos é visitando um profissional da área da saúde que será capaz de cruzar os resultados encontrados em todos os seus exames clínicos e físicos, a fim de lhe diagnosticar de acordo com as características encontradas. Ao invés de se preocupar com os números na balança, é melhor garantir que você está seguindo hábitos saudáveis de vida para promover sua saúde. Caso seja necessário, consulte um médico antes mesmo de ingerir medicação para emagrecimento, como Slimcaps, para ver se seu corpo está apto a utilizá-los.

Mais conteúdo sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.