Segurança pública: muito além da Lei Seca

São Paulo - SP.--(DINO - 01 mar, 2017) - Durante o Carnaval é normal que aconteçam diversas ações de blitz policiais, visando reforçar questões de segurança pública, tanto nas cidades quanto nas estradas, indo muito além da Lei Seca. Neste cenário, para uma melhor performance das equipes de segurança, uma boa alternativa é o uso de tecnologia de ponta como aparelhos portáteis para detecção de substâncias ilícitas ou ainda presença de explosivos, em meio a grandes aglomerações. A Thermo Fisher Scientific, a maior fornecedora de soluções científicas do mundo, tem disponibilizado esse tipo de dispositivo às autoridades brasileiras por meio de sua linha de Safety & Security.

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

01 de março de 2017 | 16h40

No Carnaval da Bahia, por exemplo, aparelhos como o Thermo Scientific TruNarc, que permite a análise de substâncias suspeitas e narcóticos, em questão de segundos, sem a necessidade de contato direto com a amostra, têm sido usados em operações policiais de combate ao narcotráfico trazendo resultados positivos para às autoridades.

O TruNarc é capaz de identificar a presença de elementos como cocaína, êxtase, heroína, entre outros 370, tornando o trabalho das polícias técnicas mais ágil e preciso. "Durante uma abordagem policial em que haja suspeita de tráfico, já no momento da autuação, com o uso dos portáteis, às autoridades têm como realizar um laudo preliminar do item suspeito em poucos segundos. A segurança e confiabilidade dessa análise é muito superior à dos kits rápidos de teste químico, costumeiramente utilizados pelas forças de segurança", explica o especialista da área de analisadores portáteis da Thermo Fisher Scientific, Clauber Bonalume.

Apesar de recente no Brasil, a tecnologia portátil para análise de substâncias tem tido grande aceitação no exterior. Nos Estados Unidos, o laudo gerado pelo TruNarc já é aceito nos tribunais e na América Latina a aquisição desses dispositivos tem sido cada vez mais recorrente pelas forças de segurança, como no Chile e no México, por exemplo.

Além do TruNarc, a Thermo Fisher Scientific ainda produz equipamentos como o Gemini, único analisador portátil no mundo que possibilita a identificação precisa de uma ampla gama de compostos químicos sólidos e líquidos, como explosivos e químicos industriais, entre outros.

Esses equipamentos utilizam tecnologias de identificação química que combinam técnicas de Raman e FTIR (análise por infravermelho), para analisar as amostras apreendidas. É um avanço da ciência que contribui para o avanço da sociedade, uma vez que ajuda a manter a segurança pública, economizando tempo e trazendo confiabilidade para os resultados de laudos policiais.

Website: http://www.thermofisher.com/br/en/home/industrial/forensics.html

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.