UNIABES dará início, dia 13 de março, ao curso EAD de Capacitação Gerencial "Redução e Controle de Perdas Aparentes: gerenciando a Micromedição"

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

16 de março de 2017 | 07h04

São Paulo --(DINO - 09 mar, 2017) - A UNIABES, a maior iniciativa do Brasil voltada à educação e à promoção do conhecimento para o Saneamento Ambiental, dará início, na próxima segunda-feira, 13 de março, ao curso EAD de Capacitação Gerencial sobre "Redução e Controle de Perdas Aparentes: gerenciando a Micromedição ? Foco em gerentes, supervisores e técnicos". Este é um dos 10 cursos EAD (ensino a distância) disponíveis nos temas Regulação do Saneamento, Perdas de Água, Água e Tratamento de Esgotos (acesse o site http://uniabes.abes-dn.org.br/ e conheça os cursos).Focado nas necessidades de gerentes, supervisores e técnicos que gerem a medição das empresas de saneamento básico do Brasil, este curso abordará, em 10 módulos, as 10 importantes etapas para a gestão transversal da micromedição, rumo à minimização das perdas aparentes, mantendo-se salvaguardadas as receitas dos operadores. "Muita teoria está ligada ao mundo dos hidrômetros. Mas como difundir tanta teoria, que não fosse por um processo de aprendizagem responsável e científico? A ABES, dentro de sua história de mais de 50 anos criou a Universidade da ABES - UNIABES, com vários centros de conhecimento, iniciando pelo de EAD. Assim, a UNIABES, apostando na relevância dos investimentos em aprendizagem, idealizou um vasto Programa de Capacitação a Distância", ressalta Mário Augusto Bággio, instrutor do curso e sócio gerente da Water Database Saneamento Básico, empresa parceira da ABES na iniciativa.Criada pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental ? ABES, a UNIABES, um marco na história de 51 anos da ABES e do setor de Saneamento Ambiental, tem objetivo de disseminar as boas práticas no setor, apoiando profissionais de toda a cadeia produtiva do Saneamento Ambiental no país - operadoras, prestadores de serviços, reguladores, prestadores de serviços, fornecedores e projetistas, entre outros. Capacitação, qualificação, certificação, gestão do conhecimento e aperfeiçoamento humano são o foco de atuação da UNIABES.Por meio de diversos Centros de Conhecimento, entre os quais, o Centro de Conhecimento Capacitação, e contando com um conceituado corpo de professores, tutores e coaches, a UNIABES disponibiliza 10 cursos em sua programação para 2017: dois deles criados pela ABES -Capacitação Técnica para a Regulação do Setor de Saneamento, com inscrições abertas (veja abaixo), e Tratamento de Esgotos Domésticos, e oito realizados em parceria com a Water Database Saneamento Básico, empresa de atuação reconhecida. "A proposta é que os cursos permitam o desenvolvimento de novas competências, sejam técnico-operacionais, gerenciais ou de liderança, visando ampliar o conhecimento das pessoas que fazem o saneamento acontecer no Brasil, favorecendo a implementação de ações estruturais e estruturantes, essa última ponto focal do PLANSAB ? PLANO NACIONAL DE SANEAMENTO BÁSICO", explica Bággio.Com a programação 2017, a ABES amplia a atuação em EAD iniciada com o curso Regulação dos Serviços de Saneamento ? teoria e prática, realizado em parceria com Banco Interamericano de Desenvolvimento - BID, que encerrou no mês de janeiro desde ano e foi sucesso de conteúdo e de participação.Para o presidente nacional da ABES, Roberval Tavares de Souza, a parceria entre a Associação e a Water Database representa a maior iniciativa do setor de Saneamento Ambiental em EAD em todo o território nacional. "Vamos disponibilizar conteúdos para todas as regiões do país, atendendo também às demandas específicas. O que estamos propondo é um avanço e uma grande oportunidade para a promoção do Saneamento e do sanitarista brasileiro."Acesse o site da UNIABEShttp://uniabes.abes-dn.org.br/

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.