Vacinas e calendário de vacinação canina

São Paulo - SP--(DINO - 13 fev, 2017) - A vacinação é, sem dúvida alguma, uma grande responsabilidade que um dono adquire no momento em que adota/compra um animal. A exemplo do que ocorre em humanos, os cachorros também podem ser afetados por uma série de doenças e parasitas que podem ameaçar sua saúde e bem-estar. Para evitar esse tipo de sofrimento e transtorno para seu melhor amigo, é recomendado que o calendário de vacinação seja seguido de maneira correta. É importante ressaltar que todo esse processo deve ser orientado e acompanhado por um médico veterinário. Embora saibam da importância e necessidade de vacinar seus cães, muitos donos não sabem quais vacinas são importantes e como funciona o calendário de vacinação canina. Dessa forma, mostraremos a seguir quais são as vacinas e quando essas devem ser aplicadas em nossos amigos. Confira.

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

13 de fevereiro de 2017 | 10h54

Principais vacinas:

As vacinas que são obrigatórias para a saúde e bem-estar canina são:

? Vacina múltipla ? também conhecida como polivalente (V8 ou V10);

? Vacina antirrábica;

? Gripe Canina;

? Giardíase.

As vacinas polivalentes protegem os cães contra uma série de doenças que são verdadeiras ameaças à sua saúde, como: Hepatite infecciosa canina, leptospirose, adenoviorse, cinomose, coronavirose. A vacina antirrábica, como seu nome já diz, tem como principal finalidade proteger os cães contra raiva, já as vacinas de gripe canina e de giardíase protegem contra vírus influenza e o parasita giárdia, respectivamente.

É importante vacinar seu cachorro de maneira correta e adequada, pois algumas das doenças citadas são consideradas zoonoses, ou seja, podem ser transmitidas dos cães para os homens.

Diferença entre a vacina V8 e V10:

As vacinas V8 e V10 protegem contra as doenças citadas anteriormente, porém a vacina V10 pode oferecer proteção contra outros sorovares, ou seja, tipos da bactéria leptospira. Embora isso pareça positivo, pode ser algo em vão. Isso porque os sorovares dessa bactéria variam de acordo com as regiões do país.

Vermifugação:

Além das vacinas, os filhotes também devem ser submetidos a vermifugação. Esse procedimento é tão importante quanto a aplicação das vacinas. Isso porque eles protegem os cães de uma série de doenças causadas por vermes que podem causar sérios danos à saúde.

A imunização deles começa pelo vermífugo. A primeira dose de vermífugo deve ser dada aos 15 dias de vida, com reforço aos 30 dias de vida. Após esse período, a vermifugação deve ser mensal até o sexto mês de vida do cão. Passado esse período, o reforço deve ocorrer a cada 4 meses.

Calendário de vacinação canina:

? 6 a 8 semanas de vida: Vacina múltipla;

? 12 semanas de vida: Vacina múltipla ? dose de reforço, gripe canina e giardíase;

? 16 semanas de vida: Vacina múltipla ? dose de reforço, gripe canina ? dose de reforço, giardíase ? dose de reforço e antirrábica.

Passadas as 16 semanas de vida o cão deve ser imunizado anualmente com cada uma dessas vacinas, a fim de evitar erros e esquecimento. A melhor forma de organizar o calendário de vacinação de seu amigo é fazer todas as vacinas em um mesmo dia e repetir ano a ano.

Reações adversas após vacinação:

Após ser vacinado é comum o cão apresentar:

? Febre;

? Inchaço no local de aplicação da vacina;

? Prostração ? sentimento de desanimo e preguiça.

Todos os cães merecem ser tratados e cuidados com respeito e carinho. Saúde animal é uma obrigação do dono que não deve em hipótese alguma ser negligenciada. A vacinação canina é um verdadeiro gesto de amor. Gostou do nosso texto? Curta e compartilhe, faça com que as informações aqui fornecidas cheguem ao maior número de pessoas possíveis.

Sobre o autor: Dog Walker Tio Rud é uma iniciativa empreendedora individual, cujo responsável, Rudemberg de Almeida Mendonça, com estudos em psicologia, se propõe a oferecer a reeducação comportamental de cães e gatos, respeitando-os acima de tudo, de maneira autônoma e de acordo com os princípios gerais da responsabilidade civil. Nenhum procedimento adotado pelo Tio Rud utiliza meios de maus tratos ou violência como forma de correção. Contato: (11) 2613-4016 | rudemberg@gmail.com.

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.